i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Banco Central

IPCA perde força a partir de setembro, corrige Tombini

Presidente do banco explicou que espera que a inflação em 12 meses caia dois pontos percentuais no perríodo de setembro de 2011 a abril de 2012

  • PorAgência Estado
  • 04/08/2011 07:18

O presidente do Banco Central (BC), Alexandre Tombini, afirmou nesta quinta-feira que a inflação em 12 meses deve atingir o auge neste mês de agosto. Segundo ele, o Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) deve iniciar trajetória de queda em setembro, intensificando esse movimento a partir de outubro.

Ele retificou informação dada no início de sua entrevista no programa "Bom Dia, Ministro", da Empresa Brasil de Comunicação (EBC), explicando que espera que a inflação em 12 meses deverá cair dois pontos porcentuais no período de setembro de 2011 a abril de 2012.

Conforto

O presidente do Banco Central disse que a autoridade monetária está mais confortável com o controle da inflação. Em entrevista após sua participação no programa "Bom Dia Ministro", Tombini reiterou a avaliação de que a inflação mensal já está em queda e que, no acumulado em 12 meses, deverá recuar a partir de setembro.

"Esperamos que, de setembro a abril, a inflação tenha uma queda importante", disse Tombini, que antes já havia dimensionado esse recuo em dois pontos porcentuais.

Tombini avaliou que a crise internacional, independentemente de seus próximos desdobramentos, já implica expectativas menores de crescimento global em 2011 e 2012. Segundo ele, essa situação deve evitar uma pressão adicional de preços de commodities. Tombini disse não esperar um recuo da liquidez internacional, mas tampouco uma ampliação desta liquidez, que poderia implicar impulso adicional às commodities.

Questionado sobre o motivo de o BC ter retirado da ata do Comitê de Política Monetária (Copom) o compromisso de levar a inflação ao centro da meta (4,5%) em 2012, Tombini respondeu: "Não tirou. O BC tem o compromisso com a meta em 2012."

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.