Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...

Os preços do petróleo em Nova Iorque fecharam em queda de quase 5% nesta quinta-feira (4), na maior baixa percentual diária desde julho de 2009.

Na Bolsa de Nova Iorque, o barril do tipo WTI para entrega em março, referência no mercado, recuaram US$ 3,84, ou 4,99%, encerrando a US$ 73,14 dólares. A sessão foi volátil, com o preço se movimentando entre US$ 72,42 e US$ 77,17.

A queda nesta quinta foi a maior desde 29 de julho de 2009, quando os preços desabaram 5,77%.

Em Londres, o barril do tipo Brent para entrega em março caiu US$ 3,79, para fechar a US$ 72,13.

Os preços foram pressionados pelo dólar forte e pela fraca demanda pelo produto, o que levantou novas preocupações sobre a recuperação da economia norte-americana.

Um dólar mais forte reduz o apetite de investidores por petróleo, que é vendido na moeda norte-americana. A divisa dos EUA atingiu a máxima em sete meses frente ao euro, em meio a temores com a saúde fiscal de algumas economias europeias, entre elas Grécia, Portugal e Espanha.

"Os fundamentos ressaltados estão voltando a nos assombrar agora, e o petróleo está caindo", disse Gene McGillian, da Tradition Energy. "Os números do desemprego vieram piores que o esperado e o euro ficou sob pressão."

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]