i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Aviação

República Dominicana investiga Embraer por pagamento de propina

Segundo o "Wall Street Journal", a investigação conta com a ajuda do Departamento de Justiça dos EUA e da Comissão de Títulos e Valores norte-americana

  • PorEFE
  • 25/09/2014 16:55

A Procuradoria Geral da República Dominicana informou nesta quinta-feira (25) que existe um processo de investigação internacional relacionado com suspeitas de suborno e fraude na aquisição por parte do Estado dominicano de oito aviões Super Tucano da Embraer. A Procuradoria confirmou a informação divulgada esta semana pelo "Wall Street Journal", mas não forneceu detalhes sobre a investigação que, segundo o jornal, parte de uma queixa-crime apresentada pelas autoridades brasileiras contra funcionários da Embraer.

A Procuradoria Geral do país caribenho se limitou a afirmar em comunicado que "existe o compromisso formal e expresso de confidencialidade no presente caso". Segundo o "Wall Street Journal", a investigação conta com a ajuda do Departamento de Justiça dos EUA e da Comissão de Títulos e Valores norte-americana, já que as ações da Embraer são negociadas em Nova York e porque alguns dos pagamentos ilegais teriam passado pelo país.

As autoridades alegam que executivos da empresa brasileira determinaram o pagamento de propina no valor de US$ 3,5 milhões para o coronel reformado da Força Aérea da República Dominicana, Carlos Piccini.

Em 2008, ano em que foram feitas as negociações, o coronel era diretor de projetos especiais das Forças Armadas da República Dominicana.

Além disso, a informação do jornal americano garante que a denúncia alega que, "ao que tudo indica", parte da propina foi destinada a um senador dominicano, que não foi identificado.

A informação divulgada também relata que os Estados Unidos estão investigando as relações da Embraer na República Dominicana e em outros países.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

Máximo 700 caracteres [0]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Termos de Uso.