i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Protesto

Sobe para 110 o número de detidos em dia de greve geral na Espanha

Fontes do Ministério do Interior espanhol informaram que, entre os feridos, estão pelo menos 18 policiais

  • PorEfe
  • 14/11/2012 04:48
 | REUTERS/Jon Nazca
| Foto: REUTERS/Jon Nazca
  • A polícia repreende manifestantes que tentavam impedir a saída da garagem de ônibus que atendem a cidade de Madri

Pelo menos 110 pessoas foram detidas nesta quarta-feira (14) e 40 ficaram feridas em confrontos e incidentes entre a polícia e manifestantes em diversas partes da Espanha durante a greve geral convocada no país. Fontes do Ministério do Interior espanhol informaram que, entre os feridos, estão pelo menos 18 policiais.

Houve protestos em várias partes da Europa nesta quarta. Trabalhadores convocaram greve geral em Portugal e o setor de transportes na Bélgica foi paralisado. As manifestações são contra as medidas de austeridades dos governos europeus devido a crise financeira no bloco econômico.

Em Madri, pelo menos 15 pessoas ficaram levemente feridas em uma intervenção policial contra várias centenas de "indignados" que se manifestaram no centro da capital espanhola. Os choques explodiram quando os manifestantes e outros grevistas tentaram tomar a emblemática Praça de Cibeles, onde encontraram um grande cordão policial.

A greve geral, convocada pelos principais sindicatos espanhóis, faz parte uma ação coordenada na Europa para protestar pelas políticas de austeridade econômica para enfrentar a crise. EFE

A greve geral na Espanha começou com uma adesão "em massa", de acordo com os sindicatos. O protesto, convocado pelos sindicatos e organizações sociais contra as políticas de cortes do governo, é a segunda greve geral que enfrenta o Executivo de Mariano Rajoy desde dezembro, quando assumiu o poder.

As centrais sindicais informaram que houve uma enorme adesão nos grandes setores industriais e de serviços, assim como nos mercados, em grandes obras de infraestrutura e nas indústrias energéticas.

O Governo, no entanto, assinalou que a greve tem uma incidência desigual nos mercados e baixa no transporte, e registrou o fechamento pontual de algumas fábricas de automóveis.

A diretora geral de Política Interna, Cristina Díaz, disse à imprensa que estão sendo cumpridos os serviços mínimos pactuados com as centrais sindicais e que não há grandes alterações, apesar de alguns distúrbios terem terminado com detenções e feridos, a maior parte deles na capital espanhola.

A greve forçou o cancelamento de 131 voos nas primeiras horas do dia. Das 2.322 viagens programadas para hoje, 1.344 estão protegidas pelo acordo.

O secretário-geral do sindicato CCOO, Ignacio Fernández Toxo, acusou o Governo de aplicar "medidas suicidas", enquanto o líder de UGT, Cándido Méndez, pediu aos cidadãos que façam uma greve de consumo e não comprem nada durante o dia de hoje.

Protestos na Europa

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.