i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Balança comercial

Superávit comercial de 2013 é menor em treze anos

As exportações alcançaram US$ 242,178 bilhões no ano e as importações totalizaram US$ 239,617 bilhões

  • PorAgência Estado
  • 02/01/2014 12:43

Reservas somavam US$ 375,794 bi no dia 31

As reservas internacionais subiram US$ 214 milhões na terça-feira (31) informou nesta quinta-feira (2) o Banco Central. Pelo conceito de liquidez internacional, as reservas passaram de US$ 375,580 bilhões para US$ 375,794 bilhões.

Na comparação com a posição no fim de 2012, as reservas caíram U$S 2,819 bilhões em 2013. O resultado reflete, entre outros aspectos, a oscilação do valor de mercado dos ativos que compõem as reservas, como os títulos da dívida dos Estados Unidos e de outros países.

Superávit modesto da balança comercial é conjuntural, diz ministério

O superávit modesto da balança comercial é "conjuntural", disse nesta quinta-feira (2) o secretário de Comércio Exterior do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, Daniel Godinho. Ele tornou a atribuir o resultado à queda na produção e exportações de petróleo. De acordo com o secretário, houve também queda na demanda externa em função da conjuntura internacional de crise. "Sinalizamos que teríamos pequeno superávit, o que se concretiza. Tivemos um ano bastante difícil", declarou.

Leia mais

Depois de 11 anos registrando superávit de dois dígitos, a balança comercial brasileira ficou positiva em US$ 2,561 bilhão em 2013, segundo dados divulgados nesta quinta-feira (2), pelo Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC). As exportações alcançaram US$ 242,178 bilhões no ano e as importações totalizaram US$ 239,617 bilhões. O resultado é o menor desde 2000, quando o resultado foi um déficit de US$ 731 milhões.

O resultado do ano ficou dentro do intervalo das expectativas das instituições de mercado ouvidas pelo AE Projeções, que variou de US$ 907 milhões a US$ 2,5 bilhões, com mediana de US$ 1,657 bilhão.

Em dezembro, o superávit comercial foi de US$ 2,654 bilhão. O resultado é o pior para o mês desde 2003, quando o resultado foi positivo em US$ 2,756 bilhão. Em dezembro, as exportações somaram US$ 20,846 bilhões e as importações, US$ 18,192 bilhões. O resultado ficou dentro do intervalo das expectativas das instituições de mercado ouvidas pelo AE Projeções, que variou de US$ 150 milhões a US$ 2,600 bilhões, com mediana de US$ 1,4 bilhão.

O MDIC divulgou também que a balança comercial registrou superávit de US$ 1,416 bilhão na quarta semana de dezembro e superávit de US$ 122 milhões na quinta semana de dezembro, que representa apenas os dias 30 e 31 de dezembro.

Comparação

As importações brasileiras foram recordes em 2013, ao totalizarem US$ 239,617 bilhões, aumento de 6,5% em relação a 2012 pelo critério de média diária (US$ 947,1 milhões). As importações somaram US$ 223,181 bilhões em 2012.

As exportações, por outro lado, tiveram uma retração de 1% no ano passado, também pela média diária. Elas somaram US$ 242,178 bilhões, com média diária de US$ 957,2 milhões. Em 2012, as vendas externas totalizaram US$ 242,577 bilhões.

O superávit comercial de 2013, de US$ 2,561 bilhões, representa uma queda de 86,8% em relação a 2012, quando somou US$ 19,396 bilhões. A corrente de comércio alcançou cifra recorde de US$ 481,795 bilhões, alta de 2,6% ante 2012.

As exportações de plataformas para extração de petróleo ajudaram a reforçar o superávit comercial em dezembro e no ano de 2013. Essas operações somaram US$ 1,155 bilhão no mês passado. No acumulado do ano, a exportações de plataformas para extração de petróleo somaram US$ 7,736 bilhões, alta de 426,4% em relação a 2012.

Por conta da exportação das plataformas, as vendas externas de manufaturados em dezembro bateram recorde para o mês, com alta de 15,3%. As exportações de básicos caíram 9,7% no mês passado ante dezembro de 2012 e as de semimanufaturados, 4,7%, de acordo com dados do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio (MDIC) divulgados nesta quinta-feira, 02.

As vendas externas de manufaturados registraram alta no ano passado (1,8%). Já os semi manufaturados apresentaram queda de 8 3% e os básicos, de 1,2% em relação ao ano anterior.

China

A China foi o principal destino das exportações brasileiras em 2013, totalizando US$ 46,026 bilhões, um crescimento de 10,8% em relação a 2012. Os Estados Unidos ficaram em segundo lugar. As vendas externas brasileira para o mercado norte-americano somaram US$ 24,856 bilhões, queda de 8,2% em relação ao ano anterior.

Apesar de todas as dificuldades no comércio bilateral, a Argentina foi o terceiro destino das exportações brasileiras que totalizaram US$ 19,616 bilhões, o que significa um incremento de 8,1%.

Entre os blocos, as exportações do Brasil para o Mercosul cresceram 5,2% e para Ásia, 2,3%. Por outro lado, houve queda de 3,6% para a União Europeia.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

Máximo 700 caracteres [0]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Termos de Uso.