i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Capes

Gestão Bolsonaro prioriza área de Ciências Humanas em bolsas de mestrado e doutorado

  • PorGabriel Sestrem
  • 21/02/2021 12:16
  • Atualizado em 21/02/2021 às 23:04
Gestão Bolsonaro prioriza área de Ciências Humanas em bolsas de mestrado e doutorado
Levantamento da Gazeta do Povo mostra como foram gastos recursos públicos em pesquisa científica por meio da Capes nos últimos dez anos| Foto: Pixabay

Nos dois primeiros anos do governo Jair Bolsonaro houve maior aporte de recursos da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) para bolsas de pesquisa de mestrado e doutorado no colégio de Humanidades, que agrega as áreas de “Ciências Humanas”, “Ciências Sociais Aplicadas” e “Linguística, Letras e Artes”.

De acordo com dados da Capes, agência reguladora do Ministério da Educação (MEC), enviados à Gazeta do Povo, em 2020 a área de Ciências Humanas foi a única que recebeu aumento de recursos (17% do total) e passou a ser a que possui maior investimento, R$ 397 milhões. Além disso, pela primeira vez em dez anos, o colégio de Ciências Exatas e Tecnológicas recebeu menos recursos do que Humanidades.

Para identificar quais foram as áreas priorizadas por cada governo na última década, a reportagem analisou a aplicação dos recursos da Capes destinados ao pagamento de bolsas de pesquisa científica no Brasil e no exterior entre 2011 a 2020. O levantamento levou em conta as nove grandes áreas de avaliação utilizadas pela agência para o fornecimento de auxílios aos estudantes de pós-graduação stricto sensu, isto é, mestrado e doutorado, bem como outros investimentos da Capes em bolsas de todos os seus programas: de formação de professores para a educação básica, de internacionalização da graduação e da pós-graduação, e de pós-doutorado.

Contabilizando exclusivamente os dados de bolsas institucionais para mestrado e doutorado, nos dois primeiros anos de gestão do governo de Jair Bolsonaro, Ciências Humanas se mantêm como a área de avaliação que possui o maior investimento dentre todas, com R$267,1 milhões em 2019 e R$266,7 milhões em 2020, representando, nos dois anos, 16% do investimento total nas bolsas de pós-graduação stricto sensu.

Na gestão de Dilma Rousseff (PT), que exerceu mandato presidencial entre janeiro de 2011 e agosto de 2016 (quando foi retirada do cargo após sofrer processo de impeachment), o colégio de Ciências Exatas e Tecnológicas foi o campeão de aportes. Já na gestão de Michel Temer (MDB), que esteve à frente do governo federal a partir de maio de 2016 (de forma interina, passando ao cargo em definitivo em agosto do mesmo ano), teve início um ciclo de maior destinação de recursos às áreas de Humanidades.

A tendência de aumento de investimentos no colégio de Humanidades foi mantida na gestão de Bolsonaro - apesar de, em 2019, tanto Bolsonaro quanto o ex-ministro da Educação, Abraham Weintraub, terem sinalizado corte de recursos nas áreas de Ciências Humanas para priorizar áreas voltadas à Saúde e a Ciências Exatas.

Áreas de avaliação da Capes e investimentos em bolsas de pesquisa na década

As áreas de avaliação da Capes são separadas em três colégios (“Ciências da Vida”; “Humanidades”; e “Ciências Exatas, Tecnológicas e Multidisciplinar”). Os colégios se dividem em nove grandes áreas, as quais se subdividem em 49 áreas específicas.

* Além do valor destinado às bolsas de mestrado e doutorado, os números também somam investimentos adicionais, como bolsas de pós-doutorado, recursos para as áreas de formação de professores para educação básica e internacionalização da graduação e pós-graduação. Sempre que esses recursos não estiverem relacionados a nenhuma das nove grandes áreas de avaliação utilizadas pela Capes, figurarão na categoria “Outros”.

os recursos de custeio, como insumos de laboratórios e apoio à participação em eventos científicos, não constam no gráfico acima. “Esses recursos adicionais são concedidos em vários programas específicos e alocados em razão do número de alunos dos cursos. Em 2020, esses recursos adicionais corresponderam a RS 205,5 milhões”, informou a Capes.

Governo Dilma Rousseff

Período avaliado: 2011 a 2016
Valor médio anual destinado às bolsas de pesquisa: R$ 2,7 bilhões
Colégio com mais aportes: Ciências Exatas, Tecnológicas e Multidisciplinar
Área com mais aportes: Engenharias

Durante o mandado presidencial de Dilma Rousseff, o colégio que foi priorizado em termos de recursos foi o de “Ciências Exatas, Tecnológicas e Multidisciplinar”, com 27% de todo o orçamento para bolsas de mestrado e doutorado da Capes no período. O colégio “Ciências da Vida” ficou em segundo lugar, com 26% dos aportes, enquanto “Humanidades” esteve na última colocação, recebendo 18% dos recursos.

Mais especificamente sobre as grandes áreas de avaliação, “Engenharias” (R$ 1,8 bilhão) e “Ciências Exatas e da Terra” (R$ 1,7 bilhão) foram as áreas com maior investimento, com 11% e 10%, respectivamente, do total. Na terceira posição ficou “Ciências Agrárias”, com R$ 1,5 bilhão (9%). Já em último lugar ficou a área “Linguística, Letras e Artes”, com R$ 589 milhões – 4% do total.

No período, chama a atenção para os gastos alocados em “Outros” – a gestão da petista foi a que mais destinou recursos a essa categoria, que abarca investimentos que não podem ser contabilizados entre as nove grandes áreas de avaliação da Capes.

Entre 2011 e 2015, houve sucessivos aumentos nas verbas para bolsas de pesquisa – os recursos triplicaram nesse período, saindo de R$ 1,2 bilhão no primeiro ano de governo para R$ 3,8 bilhão no penúltimo ano. Nos primeiros anos de governo, todas as áreas de avaliação receberam aumentos expressivos – somente em 2013, a área de Engenharias teve 87% de aumento.

Porém, a partir de 2014, mesmo com a chegada da crise econômica que se tornou a maior recessão da história brasileira, os recursos permaneceram crescendo e, em de 2015 – ano em que o país teve o terceiro menor PIB da série histórica do IBGE – houve aumento de 10,9% nas bolsas científicas da Capes, alcançando R$ 3,8 bilhão e tornando 2015 o ano com o maior investimento na década, com R$ 3,8 bilhões.

Em 2016, com o país aprofundado na crise econômica, passou a haver cortes de recursos. Todas as áreas de avaliação receberam menos aportes: a que perdeu mais investimentos foi Engenharias (-36%), seguida de Ciências Exatas e da Terra (-25%) e Ciências Sociais Aplicadas (-14%).

Governo Michel Temer

Período avaliado: 2017 e 2018
Valor médio anual destinado às bolsas de pesquisa: R$ 2,9 bilhões
Colégio com mais aportes: Ciências da Vida
Área com mais aportes: Ciências Humanas

O governo de Michel Temer teve início em maio de 2016 de forma interina e, de forma definitiva, em agosto do mesmo ano após concluído o processo de impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff. Entretanto, uma vez que o orçamento da Capes é definido no início do ano, para fins de análise todo o ano de 2016 fica vinculado à gestão Dilma e, a partir de 2017, avalia-se a destinação do orçamento sob responsabilidade da gestão de Michel Temer.

Durante o governo Temer, a ordem de colégios que receberam mais recursos foi: Ciências da Vida (30% do total); Ciências Exatas, Tecnológicas e Multidisciplinar (24%); e Humanidades (22%). A área de Humanidades, no entanto, passou a ser priorizada – tendência que se observa nos anos seguintes até 2020. A categoria “Outros” teve redução de 29 para 24%.

No período, a área de Ciências Humanas passou a receber mais investimentos. Essa área, aliás, foi a que recebeu mais aportes durante a “era Temer”, com R$ 654 milhões (referente a 11% do valor total nos dois anos), seguida de Ciências Agrárias (10,8%) e Ciências da Saúde (10%). A área que menos recebeu aportes permaneceu sendo “Linguística, Letras e Artes”, com R$ 237 milhões (4% do total).

Com o país se recuperando lentamente da recessão econômica, no primeiro ano do governo Temer houve novos cortes nas bolsas de pesquisa. Os mais significativos ocorreram nas áreas de Engenharias (-25,7%) e Ciências Exatas e da Terra (-19,5%). Em 2018, houve redução em quase todas as áreas; as exceções foram as três do colégio de “Humanidades” (que tiveram aumentos entre 2 e 7%) e a área de Engenharias, que obteve 3% de crescimento em recursos recebidos.

Em comparação à gestão anterior, na "era Temer" o valor médio anual destinado às bolsas de pesquisa passou de R$ 2,7 para R$ 2,9 bilhões.

Governo Jair Bolsonaro

Período avaliado: 2019 e 2020
Valor médio anual destinado às bolsas de pesquisa: R$ 2,6 bilhões
Colégio com mais aportes: Ciências da Vida
Área com mais aportes: Ciências Humanas

O governo de Jair Bolsonaro manteve a tendência iniciada na gestão Temer de aportar mais recursos para o colégio de “Humanidades”. Os dois primeiros anos do seu governo marcam também a primeira troca de posições no ranking dos três colégios: pela primeira vez na década, o colégio de Ciências Exatas, Tecnológicas e Multidisciplinar passou à terceira e última posição, com 24% do total de recursos; já Humanidades subiu para a segunda colocação (26%), e o topo se manteve com Ciências da Vida (28%).

No primeiro ano de governo, as únicas áreas que tiveram aumento de aportes foram Ciências Humanas; Ciências Sociais Aplicadas; e Linguística, Letras e Artes – justamente as três que compõem o colégio de Humanidades. Já em 2020, enquanto todas as áreas tiveram redução de investimentos, Ciências Humanas recebeu um incremento de R$ 44,1 milhões (12% de aumento) e tornou-se a área com o maior investimento no ano – R$397,1 milhões.

Quanto ao investimento nas grandes áreas de avaliação somando os dois primeiros anos de governo, Ciências Humanas teve o maior investimento (14% do total); logo atrás vieram Ciências Agrárias (11%) e Ciências Exatas e da Terra (9%). A área com menos recursos no período foi Linguística, Letras e Artes (4%).

Já os cortes mais significativos em bolsas de pesquisa ocorreram em Ciências da Saúde (-18,1% em 2019 e -19,5% em 2020); Multidisciplinar (-14,9% em 2020) e Engenharias (-10% em 2020). A gestão Bolsonaro, entretanto, reduziu os investimentos na categoria "Outros" e aportou mais recursos nas grandes áreas de avaliação.

Para melhor distribuir bolsas de pesquisa, Capes consolida novo formato com foco na meritocracia

A Capes anunciou na quarta-feira (17) que consolidou o novo modelo para a concessão de bolsas de pós-graduação no país, que teve início em fevereiro passado. De acordo com a agência, os novos critérios darão maior peso à meritocracia acadêmica por meio da concessão de um número maior de bolsas aos cursos mais bem avaliados. Outros fatores, como o número médio de titulados em cada área de avaliação e o Índice de Desenvolvimento Humano dos municípios nos quais estão sediadas as instituições de ensino, também serão levados em conta no novo formato. Segundo a agência, o modelo contribuirá para melhorar a distribuição das bolsas de pós-graduação stricto sensu.

A reportagem questionou a Capes a respeito do aumento significativo de investimento no colégio de Humanidades, bem como a redução de recursos para o colégio de Exatas/Tecnológicas – alterações que tiveram início em anos anteriores, antes de vigorar a nova forma de distribuição. A entidade informou que antes da implantação do novo modelo, na ausência de critérios formais de concessão de bolsas, essas eram alocadas em áreas onde se observava maior número de cursos e, portanto, maior número de alunos.

“No atual modelo, que segue o critério da análise de mérito, estabelecida a partir das notas dos cursos, um novo direcionamento começa a ser delineado. Hoje pode-se afirmar que o financiamento de bolsas entre os colégios está mais equilibrado, embora seja um processo ainda no seu início”, informou a Capes em nota.

Nota enviada pela Capes

* Após a publicação desta matéria, a Capes enviou uma nota à Gazeta do Povo reforçando que a análise enviada considerou os dados globais de investimentos em bolsas. “Portanto, constam os dados dos investimentos da Fundação em bolsas de todos os seus programas: de formação de professores para a educação básica, incluindo alunos da graduação e Universidade Aberta do Brasil, de internacionalização da graduação e da pós-graduação, e pós-doutorado. Ou seja, não apenas as cotas de bolsas institucionais para a pós-graduação stricto sensu (mestrado e doutorado)", reiterando informações apresentadas na matéria.

Segue abaixo a continuação da nota da Capes, que inclui ainda mais uma explicação sobre o novo modelo de distribuição de bolsas:

“Os critérios de distribuição de bolsas institucionais para mestrados e doutorados estão definidos no Modelo inédito de Distribuição de Bolsas da CAPES, implantado em 2020. As portarias que regem o modelo são a 34, de 9 de março de 2020, (https://www.in.gov.br/web/dou/-/portaria-n-34-de-9-de-marco-de-2020-248560278) e a 28, de 12 de fevereiro de 2021 (https://www.in.gov.br/web/dou/-/portaria-capes-n-28-de-12-de-fevereiro-de-2021-303767428).

Antes da implantação do atual modelo, na ausência de critérios formais de concessão de bolsas, estas eram alocadas em áreas onde se encontravam o maior número de cursos e, por tanto, maior número de alunos. No atual modelo, que segue o critério da análise de mérito acadêmico, estabelecido a partir das notas dos cursos, um novo direcionamento começou a ser delineado, a partir de 2020. O Colégio de Humanidades, que representa o agrupamento de todas as áreas de conhecimento relacionadas a humanidades, é o maior em termos numéricos.

Ressaltamos que a implantação do modelo de concessão de cotas de bolsas não implicou em corte de bolsas, portanto, as bolsas ocupadas, e não apontadas pelo modelo, não foram descontinuadas.

Uma bolsa de doutorado, por exemplo, uma vez concedida, tem a vigência de 4 anos e, assim, as bolsas concedidas em gestões anteriores não foram interrompidas de forma a não prejudicar os alunos e os respectivos Programas de Pós-Graduação. Assim, o fato de haver concentração de bolsas em determinada área hoje, não significa que é fruto de prioridade dada àquela área, sobretudo, nos últimos dois anos.

Podemos afirmar que o financiamento de bolsas entre os colégios está mais equilibrado, e embora seja um processo ainda no seu início — foi implementado em 2020 e tem apenas um ano —, o mesmo convergirá não em função do número de alunos de uma área, mas na direção do seu mérito acadêmico.

Por outro lado, ressaltamos que prioridades estão sendo dadas por meio de Programa Estratégicos Induzidos, voltados às áreas dos Colégios de Ciências da Vida e Exatas e Tecnológicas. A exemplo disso, foi lançado pela CAPES no início de 2020, o Programa de Combate a Epidemias, com investimento de R$200 milhões de reais, concessão de 2.600 bolsas de mestrado, doutorado e pós-doutorado, além de apoio a 109 projetos de pesquisa. Representa uma rápida resposta do governo federal quanto ao apoio à pesquisa e formação de pessoal altamente qualificado em áreas estratégicas de enfrentamento à pandemia da COVID-19, que tem apresentado resultados bastante significativos.

Nos dados gerais da CAPES, o investimento no Colégio de Humanidades não representa aumento de bolsas de mestrado e doutorado. O mesmo se dá, sobretudo, na formação de professores da educação básica, incluindo bolsas de graduação e da Universidade Aberta do Brasil. Destacamos, todavia, que os programas de formação de professores, tanto voltados à formação de mestres e doutores, quanto à graduação, são de grande relevância para o país e  estão situados nas áreas de conhecimento das ciências humanas. Investimento na formação e qualificação de professores para a educação básica é um dos principais pilares da política de educação do governo federal”.

27 COMENTÁRIOSDeixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 27 ]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.

  • A

    ANDRE FABIO DE SOUZA

    ± 17 minutos

    Não é possível mudar tudo de uma só vez... muitas dessas bolsas já eram de períodos anteriores e não é humanamente justo cancelar arbitrariamente as bolsas já dadas (é preciso esperar acabar o tempo das bolsas concedidas). Espero que haja mais investimento nas áreas de biotecnologia, de nanotecnologia (incluídos em saúde e agricultura) e de inteligência artificial (tecnologias computacionais e de hardware).

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • F

      Fernando Cavalcante

      22/02/2021 18:12:06

      FAKE NEWS. As bolsas de Ciências Humanas não foram priorizadas neste primeiro mandato de Bolsonaro: o que há é o engessamento de despesas, a partir de leis e regulamentos que dificultam ou impossibilitam a mudança de curso com a rapidez que o governo gostaria. Vai ter que comer pelas beiradas, para modificar esta realidade.

      Denunciar abuso

      A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

      Qual é o problema nesse comentário?

      Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

      Confira os Termos de Uso

      • L

        Luiz

        22/02/2021 11:50:54

        Isso ... criando as cobras que irão devorá-lo e induzir ao retorno do socialismo

        Denunciar abuso

        A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

        Qual é o problema nesse comentário?

        Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

        Confira os Termos de Uso

        • D

          Denilson Silva

          22/02/2021 11:36:29

          Mais do mesmo... **** que burrice!

          Denunciar abuso

          A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

          Qual é o problema nesse comentário?

          Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

          Confira os Termos de Uso

          • T

            Thiago

            22/02/2021 10:39:55

            Talvez o artigo esteja torturando dados para obter uma confissão que ñ condiz com os fatos, como foi sugerido. Mas é interessante prestar atenção nas Humanidades, e considerar com carinho o custo da má vontade de muitos conservadores de direita para com as ditas 'Ciências Humanas". Os supremacistas negros, as doutrinas de ódio contra os homens e culto LGBTecétera, se enraizaram em feudos dentro dos departamentos de CH antes de obter poder para censurar Presidentes dos EUA em redes sociais e cobrar demissões de jornalistas e atrizes de cinema por denunciar o totalitarismo progressista. Por subestimar as CH a direita entregou um poder enorme aos que querem varre-la do mundo. Insistiremos?

            Denunciar abuso

            A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

            Qual é o problema nesse comentário?

            Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

            Confira os Termos de Uso

            • L

              Luciano

              21/02/2021 22:43:20

              Governo Bolsonaro sendo como de hábito: um desastre.

              Denunciar abuso

              A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

              Qual é o problema nesse comentário?

              Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

              Confira os Termos de Uso

              • G

                George.

                21/02/2021 22:37:02

                Bolsonaro é só papo. Não cumpre nada do que diz. Já acreditei e achei que o país ia mudar. Errei com o PT e novamente com o Bolsonaro. Triste ver que político no Brasil é tudo igual. A saída para o cidadão ainda é pelo aeroporto.

                Denunciar abuso

                A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                Qual é o problema nesse comentário?

                Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                Confira os Termos de Uso

                • A

                  André R.

                  21/02/2021 20:43:07

                  TECNOLOGIA É PODER ! (Grécia, 4.000 A.C) . Não é por acaso que países mais ganhadores de Nobel em Exatas e Biológicas, estão no pelotão do 1o. Mundo. Aliás, Brasil, ZERO Nobel, sempre exportando matéria prima , e comprando tecnologia, e pagando muito caro.

                  Denunciar abuso

                  A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                  Qual é o problema nesse comentário?

                  Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                  Confira os Termos de Uso

                  • M

                    Monique Avozani

                    21/02/2021 19:43:55

                    Eu entendi que a mudança em priorizar uma em detrimento da outra está sendo feito por meritocracia. Corretíssimo. Quem está pleiteando (ou que já o fez no passado) uma bolsa Capes sabe muito bem como as bolsas eram distribuídas na era anterior ao governo atual.

                    Denunciar abuso

                    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                    Qual é o problema nesse comentário?

                    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                    Confira os Termos de Uso

                    • R

                      Rômulo Viel

                      21/02/2021 19:23:28

                      Nem isso o Bolso acerta...

                      Denunciar abuso

                      A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                      Qual é o problema nesse comentário?

                      Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                      Confira os Termos de Uso

                      • T

                        TIAGO

                        21/02/2021 18:57:14

                        Não é a solução. Precisa mudar o foco de humanas para as ciências exatas, incluindo pesquisas em computação. Ciências humanas é o que tem levado o Brasil estar no poço que está. Se Bolsonaro não mudar o desfecho após 4 anos não vai ser diferente dos petistas.

                        Denunciar abuso

                        A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                        Qual é o problema nesse comentário?

                        Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                        Confira os Termos de Uso

                        • M

                          Miguel Alexandre

                          21/02/2021 18:54:19

                          Enquanto os governos Lula e Dilma priorizavam "médicos "cubanos, com espiões da ditadura... Parabéns Bolsonaro!!!

                          Denunciar abuso

                          A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                          Qual é o problema nesse comentário?

                          Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                          Confira os Termos de Uso

                          • B

                            Beto Burke

                            21/02/2021 17:44:51

                            Não tem uma uma única coisa que esteja certo nesse país. Não é de admirar que só vamos para trás.

                            Denunciar abuso

                            A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                            Qual é o problema nesse comentário?

                            Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                            Confira os Termos de Uso

                            • W

                              WMVIEIRA

                              21/02/2021 17:23:35

                              Deveria ser zero em humanas, estos sem vacinar pq Será?

                              Denunciar abuso

                              A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                              Qual é o problema nesse comentário?

                              Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                              Confira os Termos de Uso

                              • R

                                Rodrigo Gomes

                                21/02/2021 17:08:55

                                Os últimos meses de Bolsonaro tem me feito sentir saudades do governo Temer. ***Da administração de fato, abstraindo os rolos... ***

                                Denunciar abuso

                                A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                                Qual é o problema nesse comentário?

                                Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                                Confira os Termos de Uso

                                • F

                                  Fabiano

                                  21/02/2021 16:57:06

                                  Essa matéria é do tipo: me dê os dados e te dou uma narrativa. O fato de haver grande investimento em bolsas para Humanidades não significa que houve prioridade em novas bolsas para Humanas e sim que você teve que sustentar mais bolsas de humanas, a grande maioria vindas de gestão anteriores, a maioria escondida sobre “outras”. Os números do governo Bolsonaro mostram que no governo dele a maioria foi em Ciências de Vida e não em Humanidades. E para terminar o autor ignora que a maior parte das bolsas da área de tecnologia não são da Capes e sim do CNPq. Resumindo: é uma matéria típica do Esgotão ou da Foice de São Paulo, Gazeta deveria prestar mais atenção.

                                  Denunciar abuso

                                  A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                                  Qual é o problema nesse comentário?

                                  Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                                  Confira os Termos de Uso

                                  3 Respostas
                                  • L

                                    Luciano

                                    21/02/2021 22:45:37

                                    Deram bolsas para enrolões das humanas continuarem com papo furado.

                                    Denunciar abuso

                                    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                                    Qual é o problema nesse comentário?

                                    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                                    Confira os Termos de Uso

                                  • A

                                    André R.

                                    21/02/2021 20:45:25

                                    Brilhante, Fabiano ! Deram muito dinheiro para a turma das miçangas ! ZERO progresso pro Brasil.

                                    Denunciar abuso

                                    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                                    Qual é o problema nesse comentário?

                                    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                                    Confira os Termos de Uso

                                  • P

                                    PAULO AFONSO FOES

                                    21/02/2021 18:09:32

                                    Exato!

                                    Denunciar abuso

                                    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                                    Qual é o problema nesse comentário?

                                    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                                    Confira os Termos de Uso

                                • A

                                  ALESSANDRO ALONSO FERREIRA CALU

                                  21/02/2021 16:39:33

                                  O que vale de um governo é o que ele produz muito mais do que ele garganteia. Quanto mais investimento em pesquisa, maior crescimento e chance de crescimento. Para o Brasil penso com as áreas de Meio Ambiente e Biologia as mais importantes. Temos um tesouro biológico que deve ser utilizado com sabedoria e conhecimento! :)

                                  Denunciar abuso

                                  A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                                  Qual é o problema nesse comentário?

                                  Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                                  Confira os Termos de Uso

                                  1 Respostas
                                  • B

                                    Beto Burke

                                    21/02/2021 17:47:58

                                    Eu sou de humanas, mas tenho consciência que um país pobre precisa de engenheiros para produzir renda para as pessoas.

                                    Denunciar abuso

                                    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                                    Qual é o problema nesse comentário?

                                    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                                    Confira os Termos de Uso

                                • M

                                  Márcio Mafra

                                  21/02/2021 15:49:58

                                  Esse comentário foi removido pelo usuário

                                  Denunciar abuso

                                  A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                                  Qual é o problema nesse comentário?

                                  Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                                  Confira os Termos de Uso

                                  • F

                                    Freitas

                                    21/02/2021 15:47:35

                                    Se entendi direito, é um absurdo.

                                    Denunciar abuso

                                    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                                    Qual é o problema nesse comentário?

                                    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                                    Confira os Termos de Uso

                                    • C

                                      Celito Medeiros

                                      21/02/2021 15:38:33

                                      Todo o texto está ok, mas deixou muitos em dúvidas, especialmente e evidentemente sobre o Governo Bolsonaro. Mudou a forma de concessão não apenas para os setores prioritários, mas na relação de número de profissionais por área. Vejam por exemplo a aplicação na área do Ministro Marcos Pontes, nas exatas, tecnologias e humanas. Não diminuíram as aplicações em Mestrado e Doutorado, mas foram remanejadas para as necessidades e cortando muito do que era indevido ou mal distribuído. Ora, tudo isto não depende simplesmente de um Governo, as verbas são orçamentárias e constitucionais, criticar sem conhecimento gera problemas, revoltas, críticas até longe dos caminhos que eram tendenciosos.

                                      Denunciar abuso

                                      A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                                      Qual é o problema nesse comentário?

                                      Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                                      Confira os Termos de Uso

                                      • M

                                        Marilena lopes cavalheiro

                                        21/02/2021 15:38:02

                                        Creio que houve um engano quanto ao período Temer a frente do governo

                                        Denunciar abuso

                                        A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                                        Qual é o problema nesse comentário?

                                        Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                                        Confira os Termos de Uso

                                        • C

                                          Celso Arruda Salomé

                                          21/02/2021 15:26:38

                                          Ciências Humanas? Tem que investir em Ciências exatas e Ciências da saúde. Que saudades do ministro anterior.

                                          Denunciar abuso

                                          A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                                          Qual é o problema nesse comentário?

                                          Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                                          Confira os Termos de Uso

                                          1 Respostas
                                          • F

                                            Freitas

                                            21/02/2021 16:57:34

                                            Barbaridade, tchê. Concordamos desta vez.

                                            Denunciar abuso

                                            A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                                            Qual é o problema nesse comentário?

                                            Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                                            Confira os Termos de Uso

                                        Fim dos comentários.