Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...

Maringá - Com a retirada de funcionários da Prefeitura de Maringá de órgãos não vinculados com a administração municipal, situação que vem ocorrendo desde julho, a Secretaria de Educação realizou mudanças que culminaram com o fechamento de duas creches. Cerca de 140 crianças precisaram ser remanejadas para outras unidades. As adequações foram necessárias depois que a Promotoria de Defesa do Patrimônio Público determinou que servidores municipais não poderiam cumprir expediente fora de suas lotações. As creches eram dirigidas por entidades particulares e não conseguiram se manter sem o apoio dos profissionais públicos.

Até agora, 13 unidades foram diretamente afetadas. Dez delas tiveram a direção assumida inteiramente pela prefeitura. As 140 crianças que foram remanejadas eram das creches Bom Samaritano e a AMR. "O trabalho foi extremamente criterioso. A decisão tratou as crianças com dignidade e respeito", disse Marcia So­­creppa, secretária de Educação.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]