i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Eleições 2020

Vai atrasar de novo? TSE garante que problemas do 1º turno não vão se repetir no domingo (29)

  • Brasília
  • 28/11/2020 21:42
Relatórios internos já apontavam para uma possível falha do sistema de informação do TSE.
Relatórios internos já apontavam para uma possível falha do sistema de informação do TSE.| Foto: Antonio Augusto/Ascom/TSE

A apuração dos votos da eleição municipal em todo o país foi marcada pela falha em um supercomputador do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), o que gerou atraso na divulgação dos dados – algo inédito desde a adoção da urna eletrônica, em 1996. Para o segundo turno, que será realizado no próximo domingo (29), o TSE garante que o problema não vai se repetir. 

Depois da realização de testes, segundo nota divulgada pelo TSE (veja a íntegra abaixo), "a avaliação da Secretaria de Tecnologia da Informação do TSE é de que o sistema está devidamente preparado para a realização exitosa do segundo turno".

O atraso de aproximadamente duas horas e trinta minutos na divulgação dos resultados do primeiro turno, segundo o TSE, foi ocasionado por um recurso de inteligência artificial existente em um otimizador do banco de dados Oracle, que garante a velocidade no processamento das informações.

A Justiça Eleitoral, porém, não espera encontrar nenhum problema na totalização e divulgação dos votos no próximo domingo (29).

“Equipes  técnicas do TSE e da Oracle entendem que  a  falha  no  plano  de  execução  no primeiro  turno  não  se  repetirá  no  segundo  turno,  em  29  de  novembro, tendo  em  vista que o otimizador já está  calibrado para processar um volume maior de informações de forma célere”, garante o TSE.

Mesmo assim, a Justiça Eleitoral afirma que, até o  dia  29  de  novembro, “toda a equipe está focada na definição de providências para evitar incidente semelhante na apuração e totalização dos resultados do segundo turno”.

Apuração dos votos mudou em 2020

A falha no supercomputador do TSE é apenas parte da explicação para a demora na divulgação dos resultados no último dia 15 de novembro. Também contribui para o atraso a mudança na maneira de totalização dos votos, implementada pelo TSE pela primeira vez em 2020. Até 2018, cada um dos Tribunais Regionais Eleitorais computava os votos em seu estado e enviava o resultado ao TSE. Nesta eleição, o TSE centralizou a contagem.

"Preciso dizer que desde o primeiro momento eu não tive simpatia por essa opção, mas era a opção estabelecida e foi ela que eu segui. E muito possivelmente, por ser uma novidade, pode estar na origem da instabilidade que nós sofremos", disse o presidente do TSE, ministro Luís Roberto Barroso, em uma coletiva de imprensa na noite do primeiro turno.

A mudança, segundo Barroso, foi sugerida pela Polícia Federal. "A centralização foi uma recomendação da perícia da Polícia Federal em nome de se prover maior segurança à totalização. Então é até possível que a centralização tenha sido a causa dessa lentidão. Mas foi uma decisão técnica, decorrente de uma recomendação da Polícia Federal", argumentou.

Ainda de acordo com o ministro, o retorno ao sistema antigo custaria, ao menos, R$ 100 milhões ao Tribunal. Barroso afirmou, ainda, que a proximidade entre o primeiro e o segundo turno – as duas etapas do pleito ocorrem no intervalo de apenas duas semanas – inviabiliza qualquer tentativa do órgão em voltar a descentralizar a apuração aos TREs.

TSE reforçou protocolos de segurança após tentativa de ataque hacker

A demora na apuração não foi o único problema do TSE no primeiro turno. Também foi identificada uma tentativa de ataque hacker ao sistema do TSE, para derrubar o site do órgão, às 10h41 do dia 15 de novembro, segundo Barroso. O ataque, explicou ele, não foi bem sucedido.

Houve, ainda, o vazamento de dados de servidores do TSE, por volta das 9h25 do domingo da eleição, que foi consequência de um ataque hacker que ocorreu em uma data ainda não identificada – mas anterior a 23 de outubro deste ano.

Barroso garantiu que a tentativa de derrubar o site do TSE não tem relação com a demora na divulgação dos resultados. A Polícia Federal, de todo modo, investiga os ataques e pode chegar a novas conclusões. Poucos dias após o primeiro turno, um hacker português assumiu a autoria da ação.

Técnicos do TSE afirmam que já tomaram medidas para reforçar a segurança do sistema e, assim, deixá-lo mais protegido contra ataques desse tipo.

Alegações de fraude foram rechaçadas pelo TSE

Os eventos do dia 15 levaram perfis bolsonaristas e de outros políticos – que já questionavam a urna eletrônica muito antes das eleições de 2020 – a passarem todo o dia do primeiro turno divulgando mensagens apontando supostas fraudes eleitorais e falta de credibilidade do TSE. Também houve uma defesa do voto impresso por parte desses políticos.

Segundo a Folha de S. Paulo, uma investigação da SaferNet, que trabalha em parceria com o Ministério Público Federal no monitoramento de fraudes eleitorais, aponta que os ataques hackers sofridos pelo TSE foram uma “operação coordenada” para “desacreditar a Justiça Eleitoral”.

Mas, de acordo com Barroso, o atraso de “algumas horas” não prejudica a credibilidade da Justiça Eleitoral no país. O ministro ressaltou que nunca houve comprovação de fraude eleitoral desde a adoção das urnas eletrônicas, em 1996. “Fraude havia no sistema de cédulas”, afirmou o presidente do TSE.

TSE pensa em melhorias para o futuro

Barroso já admitiu, no entanto, que "tudo nessa vida pode ser aperfeiçoado ao longo do tempo". Nesse sentido, ao ser questionado sobre quais aperfeiçoamentos devem ser feitos, o presidente do TSE citou o projeto "Eleições do futuro", que testam novas formas de votação eletrônica, e a própria superação do problema técnico enfrentando na totalização dos votos.

"Hoje (domingo, 15), por exemplo, tivemos problema que produziu atraso, não é grave mas produziu problema e, portanto, acho que pode ser aperfeiçoado, e além disso temos Eleições do Futuro, que pode apresentar alternativa mais eficiente", disse.

Veja a nota divulgada pelo TSE a respeito do segundo turno:

"O Tribunal Superior Eleitoral informa que, nos últimos dias, foram realizados testes adicionais no computador e nos sistemas que realizam a totalização (soma) de votos e divulgação de resultados de todo o país. A avaliação da Secretaria de Tecnologia da Informação do TSE é de que o sistema está devidamente preparado para a realização exitosa do segundo turno.

Entre as ações realizadas nos dias 24/11 e 25/11, os testes tiveram a participação de cartórios eleitorais de 24 estados brasileiros. O objetivo foi validar a performance e a eficácia dos sistemas de transmissão e recebimento de arquivos de urna, bem como de totalização e de divulgação de resultados.

O Tribunal Superior Eleitoral reitera o compromisso com a transparência e com a segurança do processo eleitoral brasileiro."

7 COMENTÁRIOSDeixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 7 ]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.

  • J

    joão José Augusto Mendes

    ± 0 minutos

    Não teremos os mesmos problemas só os novos.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • W

      Willian Cardoso de Souza Jesus

      ± 58 minutos

      Será que é porque JÁ CONSEGUIRAM COLOCAR NO 2º TURNO candidatos que INTERESSAM AO ESTABLISHMENT, ao menos nas grandes capitais, especialmente em SP??? Ou são apenas coincidências??? Ficam os QUESTIONAMENTOS, para que cada um tire suas conclusões.

      Denunciar abuso

      A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

      Qual é o problema nesse comentário?

      Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

      Confira os Termos de Uso

      • M

        Montenegro

        ± 1 horas

        Nosso sistema de votação eletrônico é vulnerável em todas as suas fases, tanto na programação das urnas quanto na totalização dos votos. Isso não implica necessariamente em descartar o sistema atual. O que deve ser feito é torná-lo auditável, algo que STF e seu puxadinho o STE insistem em barrar, contra a vontade do povo e do Congresso Nacional. Esses mesmos cretinos que não falam meia dúzia de palavras sem pronunciar democracia.

        Denunciar abuso

        A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

        Qual é o problema nesse comentário?

        Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

        Confira os Termos de Uso

        • G

          GUSTAVO

          ± 3 horas

          Vai atrasar de novo? Como se no primeiro turno tivesse atrasado dias pra sair o resultado. Gazeta, gazeta, depois os anunciantes vão embora e vc fica lambendo as feridas sozinha.

          Denunciar abuso

          A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

          Qual é o problema nesse comentário?

          Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

          Confira os Termos de Uso

          • F

            Felício Turrão

            ± 3 horas

            Esse comentário foi removido por não estar de acordo com os Termos de Uso.

            Denunciar abuso

            A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

            Qual é o problema nesse comentário?

            Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

            Confira os Termos de Uso

            • C

              Clodoaldo

              ± 11 horas

              SE PARALISAR NOVAMENTE É SINAL DE FRAUDE. CADEIA PARA OS VERMES DO STF.

              Denunciar abuso

              A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

              Qual é o problema nesse comentário?

              Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

              Confira os Termos de Uso

              • Z

                Zyss

                ± 13 horas

                Ninguém liga se o resultado vai sair em uma ou duas horas. Queremos um sistema auditavel

                Denunciar abuso

                A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                Qual é o problema nesse comentário?

                Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                Confira os Termos de Uso

                Fim dos comentários.