Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
  • Ícone FelizÍcone InspiradoÍcone SurpresoÍcone IndiferenteÍcone TristeÍcone Indignado
Avaliação ao governo Bolsonaro cai para menor patamar desde 2021, segundo pesquisa Genial/Quaest
O presidente e candidato a reeleição Jair Bolsonaro.| Foto: André Coelho/EFE

O Jornal Nacional (JN) informou nesta sexta-feira (5) que o presidente Jair Bolsonaro, candidato à reeleição pelo PL, concederá entrevista ao telejornal nos estúdios da Globo no Rio de Janeiro. Além disso, o Partido Liberal (PL) confirmou à Gazeta do Povo que Bolsonaro vai participar da série de entrevistas do JN com os presidenciáveis.

Na madrugada, uma reportagem publicada no site do telejornal dizia que a participação havia sido cancelada porque Bolsonaro não aceitou as regras propostas. Inicialmente, de acordo com o telejornal, o presidente queria que a entrevista ocorresse no Palácio da Alvorada, em Brasília.

Mais tarde, o Jornal Nacional afirmou que "a assessoria [de Bolsonaro] explicou que o e-mail [enviado anteriormente à emissora] tinha apenas o objetivo de manifestar uma preferência, mas que o candidato não se recusava a ir ao Rio de Janeiro para a entrevista. Sendo assim, a Globo confirma a entrevista de Jair Bolsonaro no próximo dia 22 no Rio de Janeiro. Todos os outros candidatos também aceitaram as regras".

Na quinta-feira (4), o senador Flávio Bolsonaro (RJ) chegou a afirmar que a entrevista de Jair Bolsonaro para o Jornal Nacional estava marcada para 22 de agosto e que seria realizada no palácio. "Tá marcado! Presidente Jair Bolsonaro no Jornal Nacional dia 22/agosto, direto do Palácio do Alvorada! #CapitaoDoPovoNoJN", disse o senador no Twitter.

Com a nova confirmação, serão feitas entrevistas com quatro presidenciáveis: Jair Bolsonaro (PL) vai abrir a série em 22 de agosto. Na sequência, será a vez de Ciro Gomes (PDT) em 24 de agosto. Luiz Inácio Lula da Silva (PT) será entrevistado em 25 de agosto. Já a ida de Simone Tebet (MDB) ao JN está marcada para 26 de agosto. André Janones (Avante) também havia sido convidado, mas retirou a candidatura e anunciou apoio a Lula.

As entrevistas devem durar 40 minutos e serão conduzidas pelos apresentadores William Bonner e Renata Vasconcellos.

Até 2014, o Jornal Nacional realizava as entrevistas com os candidatos à reeleição em Brasília. Naquele ano, a então presidente Dilma Rousseff (PT) foi entrevistada por Bonner e pela jornalista e apresentadora Patrícia Poeta, em 18 de agosto, no Palácio do Alvorada. Nas eleições de 2006, Lula, então candidato à reeleição, também foi entrevistado pelo JN na residência oficial do presidente.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros

Máximo de 700 caracteres [0]