i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Série B

"Amiga dos adversários", zaga do Paraná pode ganhar reforço nos próximos dias

Sistema defensido Tricolor não tem dado tranquilidade ao torcedor. Nos últimos três jogos, o gol paranista foi vencido nove vezes

  • PorEduardo Luiz Klisiewicz
  • 31/08/2009 17:08
Zagueiro Luis Henrique tem recuperação excepcional e pode reforçar elenco paranistas nos próximos dias | Hedeson Alves / Gazeta do Povo
Zagueiro Luis Henrique tem recuperação excepcional e pode reforçar elenco paranistas nos próximos dias| Foto: Hedeson Alves / Gazeta do Povo

Mudanças

Se as coisas já não vão bem na zaga paranista, para o próximo jogo (contra o América) elas pioraram ainda mais). O zagueiro Dedimar e o volante Luiz Henrique estão suspensos e terão que cumprir a punição automática pelo 3º cartão amarelo.

O substituto do zagueiro Dedimar deve ser o recém-contratado Montoya, enquanto Adoniram assume a vaga deixada por Luiz Henrique Camargo.

Hoje o Paraná Clube tem a quarta pior defesa da Série B do Campeonato Brasileiro. Em 21 jogos disputados, o Tricolor tomou 36 gols, o que gera uma preocupante média de 1,7 gol tomado a cada jogo. No início da competição, alguns dos zagueiros (como Dirley, Freire e Aderaldo, por exemplo) foram apontados como os vilões do sistema defensivo da equipe e acabaram perdendo suas posições - ou o emprego, no caso de Aderaldo. Entraram os seus substitutos, mas nada mudou. Nas últimas três partidas, o Paraná levou nove gols.

Além de não alcançar equilíbrio na zaga, o time sofre para encontrar segurança embaixo das traves. Embora seja considerado titular absoluto, o goleiro Ney viveu altos e baixos e a falha que teve no jogo contra a Ponte Preta, especificamente no 2º gol dos paulistas, o colocou novamente em condição de instabilidade. O recém-contratado Zé Carlos tornou-se uma sombra ao veterano guarda-metas Tricolor.

Assim como para o gol se vislumbra uma alternativa em caso de mudanças, para a zaga o técnico Sérgio Soares também terá um reforço nos próximos dias. E ele não virá do exterior, pois a janela de transferências internacionais se fechou nesta segunda-feira, nem de outras equipes do futebol brasileiro, afinal o ciclo de contratações da equipe parece ter se fechado para esta temporada.

O esperado reforço vem do próprio elenco paranista. Na fase final de uma recuperação considerada excepcional – "foi a mais rápida recuperação de uma cirurgia de joelho que o Paraná Clube já viu", disse o auxiliar de preparação física Fernando Gibran – Luis Henrique Silveira ("rebatizado" para que não haja confusão com o volante Luiz Henrique Camargo) fica à disposição do técnico Sérgio Soares ainda esta semana. Sem atuar desde 11 de abril, quando lesionou o ligamento cruzado do joelho direito, ele passou por uma cirurgia no final daquele mês.

A partir dali iniciou o período de fisioterapia, e pouco menos de três meses depois – bem antes dos seis meses previstos para a recuperação – o zagueiro foi entregue à comissão técnica para trabalhos de campo, tático e com bola. "Clinicamente ele está muito bem, totalmente recuperado. Agora ele vai para a parte final do trabalho de fortalecimento muscular e só depende dele. Como o Luis é um profissional extremamente dedicado, podemos ficar tranquilos", disse o médico Milton Nagai.

Recuperação recorde

A recuperação de Luis Henrique surpreendeu médicos, fisioterapeutas e preparadores físicos da Vila Capanema. "Ele é um cara muito dedicado e se recuperou muito rápido. Em todo o tempo que estou aqui, esse foi o tempo recorde. O jogador é muito esforçado, faz tudo que se passa a ele bem feito, e o fato dele estar voltando ao time é por mérito exclusivamente dele", disse Gibran.

O profissional paranista explicou como se deu a recuperação do defensor. Segundo ele, os trabalhos foram divididos em etapas. "Nós temos um protocolo de reabilitação no clube há alguns anos. O jogador faz a fisioterapia, daí avança para a parte física, com trabalhos de resistência, aeróbia e de força. Quando concluímos que ele está apto, o encaminhamos ao treinador. Já fizemos todos esses trabalhos, a base física foi feita e o introduzimos nos trabalhos com bola".

Gibran garante ao torcedor que todos os exames foram feitos e que Luis Henrique vai entrar em campo totalmente curado. A chance do zagueiro voltar em no máximo duas semanas é enorme. "Ele passou por todas as avaliações e está com percentuais de equilíbrio de um jogador que jamais se lesionou. Ou seja, a perna dele está como nova, sem qualquer indício de lesão. Agora ele começou trabalhos especiais, e complemento. Agora é com o Sérgio Soares. O torcedor ganha mais um reforço", concluiu.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.