Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
Athletico se classificou na Copinha 2020
Athletico se classificou na Copinha 2020| Foto: Reprodução/Facebook

Em jogo eletrizante e com duas viradas, o Athletico venceu o Rio Claro por 4 a 2, na tarde desta segunda-feira (6), em Jundiaí, pela segunda rodada da fase de grupos da Copinha 2020. Com o triunfo, o Furacão garantiu a classificação antecipada como líder do grupo 14 - Tupi, Bahia e XV de Piracicaba são os possíveis adversários na próxima fase.

O meia Renan Soares abriu o placar para o Athletico aos 4 minutos. O atacante recebeu na área e desviou do goleiro. O Furacão, entretanto, rapidamente tomou a virada. Com dois gols do atacante Danilo, o Rio Claro empatou e virou antes dos 18 minutos.

TABELA: confira a classificação e duelos da Copinha

Atrás no placar, o Furacão novamente buscou assumir controle das ações, procurando manter a posse de bola e encurralar o adversário. O Rio Claro se fechava e apostava em contra-ataques pra aumentar a vantagem.

Aos 26, após erro da zaga rubro-negra, o atacante Danilo perdeu cara a cara a chance de um hat-trick. Isolado no ataque do Rio Claro, o jovem centroavante infernizou a zaga atleticana, que demonstrava desconcentração em diversos momentos.

Aos 30 minutos, o técnico Rafael Guanaes fez alteração ousada, tirando o lateral Luca Caio e colocando o atacante Jajá – o jovem de 18 anos seria um dos destaques da recuperação do time no embate.  Erros de passe e nas tomadas de decisão, entretanto, impediam maior efetividade do Furacão.

Aos 36, Jajá mandou para as redes, mas o árbitro anulou por impedimento.  O domínio rubro-negro não se convertia em gol, enquanto a defesa tomava sufoco a cada chegada do adversário. No intervalo, saíram o meia Iago e o zagueiro João Vialle, para as entradas de Pablo e Rômulo.

Na etapa final, o Furacão seguiu em busca da virada, que garantiria classificação antecipada como líder do grupo.  Aos 15, Guanaes trocou o atacante Vinícius Mingotti por Paulo Victor.

Aos 22, após confusão na área e muita insistência, o Athletico empatou com Jajá. Aos 24, o mesmo Jajá sofreu pênalti e foi para a cobrança, mas parou no goleiro adversário.  Cinco minutos depois, aos 29, Paulo Victor anotou o gol da virada. Aos 40, Jajá teve nova chance de cobrar pênalti e, desta vez, não desperdiçou, selando o placar.

1 COMENTÁRIOSDeixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]