Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
Léo Pereira com a taça da Copa do Brasil
Léo Pereira com a taça da Copa do Brasil| Foto: Albari Rosa/Gazeta do Povo

Além de fazer história e conquistar o título inédito da Copa do Brasil sobre o Internacional, nesta quarta-feira (17), no Beira-Rio, em Porto Alegre, o Athletico faturou uma bolada milionária com a conquista do torneio.

Somente pelo título do mata-mata nacional, o Furacão recebeu o prêmio de R$ 52 milhões. Anteriormente, o Rubro-Negro já havia somado R$ 12,35 milhões na disputa, terminando a competição com premiação total de R$ 64,35 milhões.

Invasão atleticana cala a torcida do Inter: “O Beira-Rio é nosso"

Baixe o pôster do Athletico campeão da Copa do Brasil

Veja a campanha do título do Athletico na Copa do Brasil

A equipe comandada por Tiago Nunes já havia faturado R$ 16,6 milhões pela participação até as oitavas de final da Libertadores, outros R$ 3,7 milhões pela Levain Cup conquistada no Japão, R$ 1,44 milhão pelo vice na Recopa contra o River Plate-ARG e mais R$ 5,83 milhões pagos pela Turner pelo Brasileirão.

Ou seja, somente em premiações em 2019 o Athletico arrecadou impressionantes R$ 91,8 milhões, recorde histórico do clube neste quesito.

Para se ter uma ideia, o montante supera até mesmo a venda do lateral-esquerdo Renan Lodi para o Atlético de Madri, da Espanha, em junho deste ano.

Na ocasião, o Furacão negociou o atleta por cerca de 20 milhões de euros, R$ 87,25 milhões na cotação da época, maior venda da história do clube. O Athletico possuía 70% dos direitos econômicos do atleta, com os 30% restantes pertencendo ao clube amador Trieste, de Curitiba.

Próximos jogos do Athletico

  • Vasco x Athletico - 22/9, 16h - Brasileirão
  • Athletico x Fortaleza - 25/9, 21h30 - Brasileirão
  • Athletico x Chapecoense - 29/9, 19h - Brasileirão
  • Bahia x Athletico - 5/10, 19h - Brasileirão

Veja como foi o lance da final Inter x Athletico