Valmor Zimermann, junto com Ademir Adur, são apontados por Ocimar Bolicenho como fundamentais na recuperação atleticana durante o Brasileirão | Walter Alves / Agência de Notícias Gazeta do Povo
Valmor Zimermann, junto com Ademir Adur, são apontados por Ocimar Bolicenho como fundamentais na recuperação atleticana durante o Brasileirão| Foto: Walter Alves / Agência de Notícias Gazeta do Povo

Em entrevista concedida à rádio Transamérica na segunda-feira (22), o gerente de futebol do Atlético, Ocimar Bolicenho, revelou os bastidores das mudanças do clube que levaram da zona de rebaixamento à briga pela Libertadores.

Bolicenho explicou que o clube tem um planejamento com metas que é feito no começo da temporada. "Nós temos um superintendente chamado Renato Requião que estabeleceu plano de metas e neste ano estava a classificação para a Libertadores. Foi motivo de chacota até dentro do clube. Estamos a duas partidas do fim e disputando a quarta vaga para a Libertadores, sinal que foi um bom ano", disse Bolicenho.

O Atlético teve um começo titubeante no Brasileirão, flertando com rebaixamento. Após a pausa para a Copa do Mundo, o time reagiu e arrancou, entrando na disputa pela Libertadores. Ocimar Bolicenho credita tal mudança aos dois reforços recebidos pelo Departamento de Futebol no meio do ano. "Eu acho que foi união que foi representada pela vinda do Valmor [Zimermann] e do Ademir Adur para ajudar. Como dizemos, a distância entre CT e Arena estava grande e esses dois baluartes ajudaram a deixar caminho mais curto. O principal fato da mudança foi a vinda deste pessoal para ajudar o Departamento de Futebol", explicou.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]