Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...

O Corinthians vai analisar juridicamente a possibilidade de entrar com uma queixa no Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) contra o Paraná Clube. O Timão iria no encalço do Náutico, que há um mês denunciou ao Tribunal que o clube paranaense utilizou de forma irregular o meia Batista. O Paraná está com 34 pontos e é o primeiro que se safaria hoje do rebaixamento. Se perder pontos, como pede o Náutico, estaria fadado ao rebaixamento e ajudaria os pernambucanos, o Corinthians, o Atlético-MG...

- Vou passar essa história para o jurídico. Agora, se for ajudar o Corinthians, com certeza vamos entrar no STJD. Vou fazer tudo o possível para o Corinthians ficar na primeira divisão - diz o vice-presidente de futebol, Antoine Gebran.

O Náutico, no início de setembro, alegou que Batista havia enfrentado irregularmente São Paulo, Cruzeiro e Juventude. Se confirmado, o Paraná poderia perder até 18 pontos. O problema é que os paranaenses continuaram usando Batista, que inclusive atuou na última rodada, vitória de 3 a 1 sobre o Fluminense. Ele fez um total de sete jogos, podendo perder então 42 pontos.

O Náutico questiona que Batista não pode atuar pelo Paraná, mas apenas pelo Avaí. Foi o time de Santa Catarina que conseguiu uma liminar que liberava o atleta para atuar. Batista conseguiu judicialmente a rescisão com a Adap, do Paraná, e acertou com o Avaí até fevereiro de 2009. Somente depois foi emprestado ao Paraná. Os paranaenses não temem punição.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]