165941

Seu app Gazeta do Povo está desatualizado.

ATUALIZAR

Logotipo Futebol 2019
PUBLICIDADE
  1. Home
  2. Esportes
  3. Coritiba derruba restrição da ‘torcida humana’ na Arena e Atletiba terá visitantes

paranaense

Coritiba derruba restrição da ‘torcida humana’ na Arena e Atletiba terá visitantes

  • Daniel Malucelli
Arquibancada da Arena da Baixada. | Albari Rosa/Gazeta do Povo
Arquibancada da Arena da Baixada. Albari Rosa/Gazeta do Povo
 
0 COMENTE! [0]
TOPO

A final do segundo turno do Paranaense entre os rivais Athletico e Coritiba terá a presença das duas torcidas, nesta quarta-feira (10), às 21h30, na Arena da Baixada. O Coxa solicitou a carga de quatro mil ingressos e o Furacão aceitou. As entradas para torcedores coxas-brancas serão vendidas a partir da tarde desta segunda-feira (8) por R$ 100 (R$ 50 meia-entrada).

As entradas vendidas pelo Coxa serão através de vouchers, que deverão ser obrigatoriamente trocados por ingressos na quarta-feira (10), entre as 9h e 20h, nas bilheterias da rua Petit Carneiro, na Arena da Baixada. Além da retirada do ingresso, os torcedores precisam realizar a biometria no estádio atleticano. (Mais informações sobre ingressos do Coritiba aqui).

Será o primeiro jogo do Athletico em um torneio disputado no Brasil que terá torcedores visitantes, desde que o clube adotou o sistema de torcida única em maio de 2018. A medida é uma parceira do Rubro-Negro com o Ministério Público do Paraná. Já em jogos internacionais, a garantia do setor visitante é estipulada pelo regulamento da Conmebol.

No clássico Atletiba do primeiro turno do Estadual, a torcida única – intitulada pelo Athletico de “torcida humana” – rendeu polêmica. O Coxa solicitou os ingressos ao Furacão, que não entregou a carga ao rival. O caso foi parar no Tribunal de Justiça Desportiva (TJD-PR), que ordenou que o Athletico cedesse as entradas. A diretoria atleticana não acatou a ordem e o jogo foi disputado apenas com torcedores rubro-negros.

O descumprimento da medida gerou uma multa de R$ 200 mil e presidente do clube, Luiz Sallim Emed, foi suspenso por um ano. O clube recorre da pena no Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD). Porém, caso negasse novamente a carga ao Coritiba, a pena no TJD seria ainda maior por já ser reincidente.

A final da Taça Dirceu Krüger, o segundo turno do Estadual, será disputada pelo time de aspirantes do Athletico, assim como ocorreu em toda a competição. Um dia antes, na terça-feira (9), a equipe principal atleticana, comandada por Tiago Nunes, recebe o Tolima, da Colômbia, às 19h15, na Baixada, pela Libertadores.

Últimas notícias do Atletiba decisivo do Paranaense

8 recomendações para você

deixe sua opinião

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

O jornalismo da Gazeta depende do seu apoio.    

Por apenas R$ 0,99 no 1º mês você tem
  • Acesso ilimitado
  • Notificações das principais notícias
  • Newsletter com os fatos e análises
  • O melhor time de colunistas do Brasil
  • Vídeos, infográficos e podcasts.
Já é assinante? Clique aqui.
>