O Cruzeiro quebrou o jejum de três jogos sem vitória, dominou e venceu o Atlético-GO por 2 a 0, nesta quarta-feira (29) à noite, no Serra Dourada, pela vigésima rodada do Brasileirão. Com o resultado, o time mineiro subiu para o sexto lugar e passou a somar 31 pontos, a quatro do Vasco, o quarto colocado.

Já o time goiano, que vinha crescendo na competição e não perdia havia seis rodadas, tem 16 pontos e segue na zona de rebaixamento, apenas à frente de Sport e Figueirense. Na próxima rodada, domingo, o Atlético-GO enfrenta a Ponte Preta, às 18h30, em Campinas. O Cruzeiro recebe o Náutico, às 18h30 no Independência.

O JOGO - No primeiro tempo, o Cruzeiro dominou o meio-campo, subiu para o ataque e, na melhor chance, aos 16 minutos, abriu o placar. Montillo cobrou escanteio, o atacante Borges aproveitou a falha da zaga, e mandou para o fundo das redes.

O Atlético-GO acordou, pressionou pelo empate e perdeu a melhor chance de empate aos 41 minutos. O lateral-esquerdo Eron foi derrubado por Wallyson, o goleiro Márcio bateu o pênalti no canto direito de Fábio e mandou pra fora. "Perdi o pênalti, não tenho um motivo, bati muito mal e perdi", disse Márcio no intervalo. "Esse pênalti não existiu", rebateu Fábio.

Na etapa final, o Cruzeiro recuou para jogar em contra-ataques. Já o Atlético-GO passou a lutar contra o tempo, o placar adverso e uma sequência de erros de marcação. Acabou dando espaço para os contra-ataques do adversário. Aos 25 minutos, Tinga foi derrubado na área por Dodó. Wellington Paulista, que acabara de entrar no lugar de Borges, deslocou o goleiro Márcio, bateu no canto direito e ampliou para 2 a 0.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]