O zagueiro Manoel comemora o gol contra o Goiás, em 2010, na última vitória do Atlético sobre o time alviverde no Serra Dourada. | Iris Roberto/Diário da Manhã
O zagueiro Manoel comemora o gol contra o Goiás, em 2010, na última vitória do Atlético sobre o time alviverde no Serra Dourada.| Foto: Iris Roberto/Diário da Manhã

Após a vitória com goleada sobre o Internacional, na estreia do Brasileiro, e a calmaria instaurada como consequência do bom resultado, após as decepções no Paranaense e na Copa do Brasil, o Atlético terá de quebrar o retrospecto negativo no Serra Dourada, no próximo sábado (16), para continuar agradando a torcida.

No total, o Furacão já enfrentou o Goiás 19 vezes na casa do adversário. Foram 10 derrotas rubro-negras, 5 empates e 4 vitórias. O Furacão sofreu 36 gols e marcou 18. Números que demonstram que um triunfo no próximo sábado será um bom termômetro para avaliar a recuperação da equipe nesse início de Brasileiro.

Uma alternativa para a equipe superar mais esse desafio será se inspirar em 2010, na última vitória rubro-negra no Serra Dourada. Naquela ocasião, o time comandado por Paulo César Carpegiani venceu por 2 a 0, com gols do zagueiro Manoel e o atacante Maikon Leite. Comandado por Paulo Baier, o time terminou em quinto lugar naquele Brasileiro.

Sem jogo no meio de semana, o técnico Milton Mendes tem aproveitado para trabalhar a equipe e encontrar o melhor substituto para Marcos Guilherme, que pode ficar até sete jogos fora enquanto defende a seleção no Mundial sub-20. As opções são Nikão, Cryzan, Douglas Coutinho, Caíque, Edigar Junio e Rafinha. O restante da equipe deve ser a mesma que venceu o Colorado.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]