003951

Seu app Gazeta do Povo está desatualizado.

ATUALIZAR

Logotipo Futebol 2019
PUBLICIDADE
  1. Home
  2. Esportes
  3. Futebol
  4. Atlético PR
  5. Sem Portugal, Atlético quer abrir nova fase no Brasileiro

Brasileiro

Sem Portugal, Atlético quer abrir nova fase no Brasileiro

Saída do treinador renova o ânimo do grupo rubro-negro para pegar o Corinthians. Jogadores já não escondiam as desavenças com o espanhol

  • Fernando Rudnick
Marcos Guilherme continua no time titular do Atlético contra o Corinthians |
Marcos Guilherme continua no time titular do Atlético contra o Corinthians
 
0 COMENTE! [0]
TOPO

Hoje, às 22 horas, dois dias após o técnico Miguel Ángel Portugal ter anunciado sua demissão, o Atlético volta a campo para enfrentar o Corinthians, no Canindé. Se por um lado um ganho técnico imediato pela saída do treinador é incerto, o elenco certamente comemora uma sensível melhora no clima dentro do vestiário – o relacionamento com o treinador espanhol era péssimo.

Veja as escalações de Corinthians e Atlético para o duelo no Canindé

Era perceptível o ranço entre o ex-comandante e os jogadores. Na comemora­ção dos sete gols do time no Nacional, ninguém foi até Por­­tugal – muito criticado pela torcida – para demonstrar algum tipo de apoio. O europeu apenas observava, impassível, a vibração dos atletas com os reservas e o restante da comissão técnica.

A insatisfação surgiu com os métodos do treina­dor estrangeiro, que tornou muito mais rigoroso o controle de peso de todo o elenco – o índice de gordura corporal não poderia ser maior do que 8%.

Piorou quando o atacante Adriano, querido pelo grupo, não tinha oportunidade de entrar em campo. O idioma diferente também foi um agravante, assim como a incompreendida filosofia de jogo trazida da Espanha.

Nem mesmo o auxiliar Leandro Ávila, que teoricamente seria o braço direito de Portugal, tinha uma linha direta com o comandante. Agora, caberá ao próprio Ávila tentar botar a equipe no caminho das vitó­rias. A última ocorreu na estreia, contra o Grêmio, em Florianópolis (20/4).

“O grupo é muito bom, com jogadores fantásticos. Sempre me coloco no lugar deles para saber o que estão pensando, querendo. Óbvio que não vamos fazer tudo, mas podemos unir o útil ao agradável dando uma opção para que eles fiquem felizes também”, resumiu Ávila, ao site oficial atleticano.

Querido pelo grupo, o interino terá, de antemão, o que seu antecessor não tinha: um time que corre por ele. “O Leandro conhece todo o elenco, está aí desde o começo do ano. Sabe dos defeitos e qualidades. No momento é a pessoa mais indicada para estar conosco. Todo mundo gosta e o respei­ta. Ele precisa da gente e nós dele”, afirmou o goleiro e capitão Weverton.

8 recomendações para você

deixe sua opinião

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

O jornalismo da Gazeta depende do seu apoio.    

Por apenas R$ 0,99 no 1º mês você tem
  • Acesso ilimitado
  • Notificações das principais notícias
  • Newsletter com os fatos e análises
  • O melhor time de colunistas do Brasil
  • Vídeos, infográficos e podcasts.
Já é assinante? Clique aqui.
>