Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
Cléo comemora segundo gol contra o Flamengo observado por Dellatorre: trio encaixou no Atlético | Albari Rosa / Gazeta do Povo
Cléo comemora segundo gol contra o Flamengo observado por Dellatorre: trio encaixou no Atlético| Foto: Albari Rosa / Gazeta do Povo

Foi dos pés do atacante Cléo que saíram os gols da virada do Atlético por 2 a 1 sobre o Flamengo neste domingo (19) na Arena da Baixada pela 29ª rodada do Campeonato Brasileiro. E o jogador fez questão de dividir a recuperação ofensiva do Rubro-Negro com seus companheiros de ataque, Marcelo e Dellatorre.

"Um completa o outro. O Marcelo com velocidade, o Dellatorre técnica e eu presença de área", comentou Cléo.

O encaixe do ataque atleticano demorou para surgir. No primeiro turno, o Furacão utilizou a dupla Ederson e Marcelo (com Douglas Coutinho e Mosquito entrando no decorrer das partidas), mas em julho o artilheiro do Brasileirão 2013 deixou o clube para atuar no futebol árabe.

A partir de então, o ataque passou a ser formado pelo trio Marcelo, Douglas Coutinho e Cléo – que havia voltado para o Atlético em maio. Mas o entrosamento entre os jogadores não rendeu o esperado e Coutinho, ainda, precisou sair algumas vezes da equipe para defender a seleção brasileira olímpica. Como consequência, o Atlético foi uma das equipes com piores desempenhos no segundo turno e se aproximou da Zona do Rebaixamento.

O cenário começou a mudar na rodada passada, com a volta de Dellattorre. O atacante, que ficou de fora da equipe por seis rodadas após sofrer uma entorse no tornozelo direito, reforçou o ataque ao lado de Marcelo e Cléo na partida contra o Figueirense. O entrosamento foi visível e o time venceu os catarinenses por 3 a 0, com dois gols de Dellatorre.

Na partida contra o Flamengo o técnico optou por utilizar novamente o trio Marcelo, Cléo, Delattorre, afirmando que Coutinho não vinha rendendo no Atlético o que estava rendendo na seleção brasileira. O ataque atleticano foi um dos destaques da equipe e incomodou o time carioca em várias oportunidades: o placar poderia ter sido ainda mais elástico se não fossem as boas defesas do goleiro Paulo Victor.

O momento ofensivo faz gerar expectativas no Atlético. "São dois jogos e cinco gols. Espero que possamos fazer muitos gols ainda", disse Cléo.

O trio poderá mostrar, mais uma vez, seu entrosamento diante do Criciúma no Heriberto Hülse na quarta-feira (22) na próxima rodada do Brasileirão. O jogo será as 19h30.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]