Juninho deixa o gramado do Mineirão após expulsão na derrota do Coritiba para o Cruzeiro. | Dudu Macedo/Fotoarena/Folhapress
Juninho deixa o gramado do Mineirão após expulsão na derrota do Coritiba para o Cruzeiro.| Foto: Dudu Macedo/Fotoarena/Folhapress

Expulso em um lance de agressão na derrota por 2 a 0 contra o Cruzeiro neste domingo (27), o zagueiro do Coritiba Juninho recebeu críticas do técnico Ney Franco depois da partida. O comandante considerou justa a decisão do árbitro. “Falar que não deveria ter sido expulso seria tendencioso. Não tenho dúvida nenhuma”, declarou Franco.

TABELA: veja como está a classificação da Série A

Aos 39 minutos do segundo tempo, o jogador foi pressionado pelo lateral-direito Fabiano e deu duas cotoveladas no adversário. Sem hesitar, o árbitro Flávio Rodrigues de Souza apontou o cartão vermelho. Na visão do treinador, o lance freou o Coritiba na partida. “Estávamos pressionando e não poderíamos ter uma expulsão”, disse.

Ney Franco atribuiu a atitude à inexperiência do jogador. “É um atleta de 20 anos. Cabe editar o material e mostrar para servir de lição para o futuro”, afirmou o técnico. Para o comandante alviverde, o time também precisa aprender com a jogada. “O lance deve servir de experiência para todo mundo”, completou.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]