O Palmeiras oficializou nesta quinta-feira (30) a contratação do meia Thiago Real, de 23 anos, que estava no Joinville, mas pertencia ao Coritiba. O jogador passou por exames médicos durante a manhã, foi aprovado e assinou contrato de quatro anos, até agosto de 2016.

A negociação se desenrolou pelas últimas semanas, mas só foi confirmada nesta quinta. O Palmeiras adquiriu 50% dos direitos econômicos do jogador, que será apresentado nesta sexta, às 15 horas. Os valores financeiros da transação não foram divulgados.

Como vinha atuando normalmente pelo Joinville na Série B - sua última partida foi na terça-feira, contra o Atlético -, Thiago Real deve estar à disposição do técnico Luiz Felipe Scolari em breve. Ele treinará já nesta tarde e, se for regularizado no Boletim Informativo Diário (BID) da CBF a tempo, pode estrear diante do Grêmio, sábado, no Pacaembu, pela 21.ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Outro lado

Em entrevista à Rádio Transamérica, o superintendente de futebol do Coxa, Felipe Ximenes, explicou a negociação do prata da casa. Segundo ele, se não fosse a situação ruim da equipe alviverde no Brasileiro, as pessoas comemorariam a negociação.

"O Thiago Real estava fazendo uma boa Série b pelo Joinville, que vive um bom momento. Aliado ao mau momento do Palmeiras, o Coritiba recebeu uma proposta financeira bastante interessante pelo jogador. O Coritiba tinha 40% dos direitos econômicos dele e vai continuar com 25%. Só cedeu 15%", garantiu Ximenes.

"O Palmeiras está fazendo um contrato de quatro anos com o garoto e nós só teríamos mais um ano e meio de contrato", acrescentou. "Era um jogador que sinceramente não fazia parte dos planos da nossa comissão técnica para este ano, talvez para compor o elenco do ano que vem seria interessante para a gente, mas realmente foi uma oportunidade muito boa para o atleta e acredito que para o Coritiba também", finalizou o superintendente.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]