Técnico Ricardinho não conseguiu melhorar a campanha do Paraná no segundo turno da Série B | Felipe Rosa / Tribuna do Paraná
Técnico Ricardinho não conseguiu melhorar a campanha do Paraná no segundo turno da Série B| Foto: Felipe Rosa / Tribuna do Paraná

O aproveitamento do treinador Ricardinho em sua segunda passagem no banco de reservas do Paraná é o reflexo da regularidade da curta carreira do ex-jogador na nova função.

Nas 14 partidas em que comandou o Tricolor na atual Série B, a equipe venceu quatro partidas, empatou seis e perdeu outras quatro, alcançando rendimento de 42% dos pontos.

Na primeira passagem pelo clube, em 2012, Ricardinho obteve aproveitamento de 42,6% dos pontos da Segundona daquele ano, ou seja, praticamente o mesmo número de conquistas que alcançou na atual passagem, até o momento.

Os outros dois trabalhos da curta carreira do técnico também seguem esta regra: no Ceará, entre 2012 e 2013, Ricardinho conquistou porcentagem de 43,5% dos pontos disputados, em 13 partidas no comando do Vozão. Já no Avaí, em 2013, o aproveitamento foi levemente superior. Em 19 jogos, o técnico alcançou 47,3% dos pontos.

A média de pontos obtidos pelo treinador na carreira, aliás, é suficiente para livrar o Paraná do rebaixamento para a Série C em 2014 — com 44 pontos e na 13ª posição, o time precisa somente de mais uma vitória nas três rodadas finais para garantir a permanência.

Confira o aproveitamento de Ricardinho desde que iniciou a carreira de treinador, em 2012:

Paraná 2012Série Prata: 18 jogos, 15 vitórias, 1 empate, 2 derrotas. Aproveitamento: 85,1%Copa do Brasil: 6 jogos, 1 vitória, 3 empates e 2 derrotas. Aproveitamento: 33,3%Série B: 25 jogos, 8 vitórias, 8 empates e 9 derrotas. Aproveitamento: 42,6%

Ceará 2012/1313 jogos, cinco vitórias, 2 empates e 6 derrotas. Aproveitamento = 43,5%

Avaí 201319 jogos: 8 vitórias, 3 empates e 8 derrotas. Aproveitamento:47,3%

Paraná 2014, até a 36ª rodada14 jogos, 4 vitórias, 6 empates, 4 derrotas. Aproveitamento = 42%

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]