Rubens Bohlen assume culpa por insucesso de pacotão paranista | Marcelo Andrade / Gazeta do Povo
Rubens Bohlen assume culpa por insucesso de pacotão paranista| Foto: Marcelo Andrade / Gazeta do Povo

O Paraná resolveu apostar em um pacotão de reforços para a disputa do Campeonato Paranaense. A estratégia não vingou. Ao todo, 15 atletas desembarcaram na Vila Capanema antes do início do Estadual. Outros três foram anunciados durante a competição, a maioria com a indicação do empresário Marcos Amaral, principal parceiro do clube. Alguns desses nomes, porém, nem sequer entraram em campo e já estão de saída, casos do volante argentino Fabian Coronel e do zagueiro Diego Alemão.

INFOGRÁFICO: Praticamente metade dos jogadores contratados no início da temporada deixarão o clube

O presidente do clube, Rubens Bohlen, reconhece que a estratégia não obteve o êxito esperado. "Temos de admitir que não foi legal e eu assumo esta responsabilidade. É preciso rever situações, pois as expectativas não se confirmaram", disse Bohlen. O mandatário tricolor explicou que uma das propostas da diretoria foi utilizar o Estadual como período de observação para definir quais atletas teriam capacidade de disputar a Série B. "Alguns chegaram aqui com prazo de validade", confessou.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]