Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
O torcedor do Coritiba Gilson Martins aproveitou a campanha para desafiar os irmãos atleticanos Gilson e Gelson Coimbra a também doarem sangue. | Antônio More/Gazeta do Povo
O torcedor do Coritiba Gilson Martins aproveitou a campanha para desafiar os irmãos atleticanos Gilson e Gelson Coimbra a também doarem sangue.| Foto: Antônio More/Gazeta do Povo

A bola nem rolou no Atletiba deste domingo (21), mas o sangue rola entre as torcidas de Atlético e Coritiba. E, felizmente, não se trata de mais uma briga de torcedores. Desta vez, rubro-negros e coxas travam uma disputa sadia antes do primeiro clássico na nova Arena da Baixada para ver qual torcida vai doar mais sangue aos bancos de coleta. Para participarem, os torcedores devem fazer a doação em qualquer posto de coleta sanguínea de Curitiba (ver locais abaixo), e validar o “gol” postando uma foto ou fazendo um check-in no Facebook com a hashtag #sanguerubronegro ou #sanguealviverde .

Enquete: quem vai vencer o Atletiba?

Assim que ficou sabendo, o vendedor Gilson Martins, 46 anos, torcedor do Coritiba, intimou seus vizinhos para ver quem iria enfrentar a agulha. Os gêmeos Gilson e Gelson Coimbra (36), bike boys, aceitaram o desafio logo que receberam a proposta. “Nós já saímos na frente nessa disputa, porque somos dois”, brincou o atleticano Gilson Coimbra. “Não estou preocupado. Amanhã [sexta] trago minha filha, que também torce para o Coritiba, para doar. Vamos ganhar na campanha e no campo, ainda mais depois da reforma do nosso ‘salão de festas’”, aproveitou para provocar o coxa Martins.

O duelo entre os amigos sempre foi levado na base de brincadeiras e provocações. Mas dessa vez é diferente, já que há a chance de ajudar outras pessoas. “Quem perder no futebol vai ter que aguentar. Mas na doação de sangue, o resultado no campo é o de menos. O que importa é ajudar o próximo”, diz Martins.

O atleticano Gelson doou sangue pela primeira vez motivado justamente pela campanha do clássico Atletiba. “Quando eu era criança, sofri um acidente e precisei de transfusão. Agora vou virar doador de carteirinha”, promete.

A campanha, desenvolvida pela Heads Propaganda para a seguradora de saúde Unimed, propõe aumentar o número de doações durante o inverno, quando o estoque de sangue cai nos postos de coleta. Só no Hemepar, a central de coletas da Secretaria Estadual de Saúde, a redução na coleta nesta época do ano é de 30%. “Essas campanhas são muito importantes para lembrar os doadores, porque as pessoas precisam de doação de sangue em qualquer época do ano”, ressalta a assistente social Fabiane Natal, do Hemepar.

Até às 15h30 da tarde desta quinta-feira (18), os torcedores do Atlético estavam vencendo a disputa da doação de sangue. Eram 31 doadores rubro-negros, contra 18 alviverdes. Um placar que segue em aberto – o resultado, do clássico e da campanha, sai domingo. Os torcedores podem acompanhar o andamento da campanha e o resultado final nas páginas do Facebook Meu sangue Alviverde vai vencer um Atletiba e Meu sangue Rubro Negro vai vencer um Atletiba .

Colaborou: Daniel Malucelli.

Serviço: onde doar

Hemepar

Travessa João Prosdócimo, 145 – Bairro Alto da rua XV

Segunda a sexta-feira – das 7h30 às 18h30.

Sábados – das 8h às 18 horas.

BIOBANCO (Banco de Sangue do Hospital de Clínicas)

Rua Agostinho Leão Junior, 108 – Bairro Alto da Glória.

Segunda a sexta-feira – das 7h30 às 17h30.

Sábados – das 7h30 às 12h30.

BSEG v(Banco de Sangue do Hospital Erasto Gaertner)

Rua Dr. Ovande do Amaral, 201- Jardim das Américas.

Segunda a sexta-feira – das 13h às 17h30.

Hemobanco

Rua Capitão Souza Franco, 290 – Bairro Bigorrilho

Segunda a sexta-feira – das 8h às 13h30.

Sábados – das 8 horas às 13h30.

Banco de Sangue da Santa Casa de Misericórdia

Praça Rui Barbosa, 694 – Centro.

Segunda a sexta-feira – das 8 horas às 12 horas e das 14h às 18 horas.

Sábados – 8 horas às 12 horas.

Banco de Sangue do Hospital Nossa Senhora das Graças/ Instituto Pasquini

Rua Alcides Munhoz, 433 – Mercês.

Segunda a sexta-feira – 8 horas às 18 horas.

Sábados – 8 horas às 12 horas.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]