O Paraná recebe hoje o Duque de Caxias para definir o que pretende fazer nas demais 15 rodadas do campeonato. Se ganhar, pode voltar a sonhar com o acesso. Uma combinação de resultados com derrotas de América-MG e Ponte Preta pode deixar o Tricolor a seis pontos do G4; po­­rém, se perder para o ascendente Duque (de virtual rebaixado já é o oitavo, com 32 dois pontos) estará fadado a brigar para não ser rebaixado à Série C – a distância atual para o Bragan­­tino, primeiro time da ZR, é de apenas três pontos.

O atacante Rodrigo Pimpão, vetado com dores na coxa direita, e o volante Diogo, outro com problemas físicos, não poderão atuar. Em compensação, os za­­gueiros Alessandro Lopes e Iri­­neu, liberados pelo departamento médico, voltam ao time que sofreu seis gols nos últimos três jogos. O técnico Marcelo Oliveira vai apostar no meia Wanderson como criador.

Depois de cumprir suspensão, o volante Chicão também volta. Recém-chegados do Iraty, o meia Ceará e o zagueiro Rogé­­rio já devem figurar como opções no banco de reservas. Já o lateral-esquerdo Jean, emprestado pelo Atlético, ainda fica de fora por falta de condições físicas.

Preocupado com a falta de opções no elenco, o Tricolor trouxe ontem mais um reforço. O volante uruguaio Javier Méndez, de 27 anos, ex-Deportivo El Tanque, foi confirmado pelo clube para o restante da temporada. O jogador estava em fim de contrato com o ex-clube, já passou pelos exames médicos na Vila Ca­­panema, mas até ontem à noite ainda não havia assinado o contrato.

Ao vivo

Paraná x Duque de Caxias, às 21h50, no PFC e no tempo real da Gazeta do Povo.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]