Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...

Os participantes do Rali Dacar tiveram um dia de "folga" ontem, já que 11.ª etapa foi cancelada e transformada num grande comboio, com 280 quilômetros de extensão, de Néma até Ayoun, dentro do território da Mauritânia. A decisão havia sido tomada antes do início da competição por causa da ameaça de ataques terroristas da parte de grupos rebeldes da região. "Ainda bem, pois em 1991 já houve um incidente fatal no Mali. Perto de Timbuctu, uma rajada de metralhadora atingiu um dos caminhões da prova e acabou matando o piloto. Houve outras edições em que o rali também foi cancelado e foi colocado só como deslocamento", contou o piloto brasileiro André Azevedo.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]