A rodada noturna desta quarta-feira (29) no US Open, o quarto e último Grand Slam da temporada, marcou o início dos jogos pela segunda rodada da chave masculina de simples. E quem conseguiu a classificação, com extrema facilidade, para a terceira fase da competição realizada em Nova York, nos Estados Unidos, foi o britânico Andy Murray.

Em 1 hora e 51 minutos, o tenista escocês derrotou o croata Ivan Dodig, parceiro do brasileiro Marcelo Melo na chave de duplas, por 3 sets a 0 - com parciais de 6/2, 6/1 e 6/3. Na terceira rodada, o atual número 4 do mundo jogará contra o vencedor do duelo entre os espanhóis Pablo Andujar, algoz de Thomaz Bellucci na estreia, e Feliciano López.

Também na noite desta quarta, mas ainda pela primeira rodada, o alemão Philipp Kohlschreiber bateu o francês Michael Llodra por 3 sets a 1 - com parciais de 7/6 (7/2), 4/6, 7/6 (7/4) e 6/1 -; o norte-americano Ryan Harrison bateu o alemão Benjamin Becker por 7/5, 6/4 e 6/2; e o também norte-americano Bradley Klahn eliminou o austríaco Jurgen Melzer por 4/6, 6/3, 7/5, 5/7 e 6/4.

DUPLAS - Quatro brasileiros estrearam nesta quarta na chave de duplas do US Open. Três deles avançaram á segunda fase, sendo que um confronto envolveu um tenista do País em cada parceria. Ao lado do austríaco Alexander Peya, Bruno Soares derrotou a dupla formada por André Sá e o britânico Jamie Murray (irmão mais novo de Andy Murray) por 2 sets a 0, com um duplo 6/2. Agora enfrentam a parceria composta pelo britânico Dominic Inglot e pelo filipino Treat Conrad Huey.

Com mais dificuldade, Thomaz Bellucci e João Souza, o Feijão, começaram bem o US Open. Os brasileiros precisaram de dois tie-breaks - parciais de 7/6 (7/4) e 7/6 (7/5) - para derrotarem a dupla formada pelo alemão Frank Moser e pelo croata Ivo Karlovic. Na sequência, encaram uma dura missão contra o indiano Leander Paes e o checo Radek Stepanek, que formam a parceira quinta pré-classificada.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]