Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...

A Petrobras anunciou nesta segunda-feira (18) um programa de apoio ao esporte olímpico. O Projeto Petrobras Esporte e Cidadania destinará um total de R$ 265 milhões, sendo R$ 165 milhões destinados a equipes de esportes olímpicos brasileiros sem muita tradição, mas com muitas medalhas em disputa: esgrima, remo, taekwondo e levantamento de peso. O projeto durará até 2016 e valores anunciados referem-se até 2014.

A verba para o esporte de alto rendimento, por meio de lei de incentivo ao esporte, será enviada diretamente pela empresa, que possui capital misto e tem o Governo Federal como acionista majoritário, sem intermediação do Comitê Olímpico Brasileiro (COB). A verba será administrada pela ex-jogadora de basquete Magic Paula, medalhista de prata em Atlanta. Serão beneficiados um total 110 atletas e 86 profissionais de preparação e prevê investimentos em infraestrutura e a formação e uma equipe multidisciplinar. Serão cerca de R$ 20 milhões diretamente investidos anualmente nos cinco esportes no total, sendo que eles rendem 211 medalhas.

Além do esporte de alto rendimento, o projeto prevê um aporte de R$ 100 milhões em outras frentes. A primeira delas é denominada Esporte Educacional e será administrada pela ex-jogadora de vôlei Ana Moser, medalhista de bronze em Atlanta. Serão construídos sete centros de excelência na formação de atletas. Eles serão distribuídos por regiões, sendo dois no Nordeste e no Sudeste e um nas demais.

O Esporte e Interação Social incentivará a prática de esportes na população. E o Esporte e Memória inclui uma parceria com a emissora ESPN Brasil para o incentivo à produção de documentários sobre esportes, garantindo também sua veiculação.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]