i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Brasileiro

Público recorde para clássico sem vencedor

Com Maracanã lotado, Fluminense e Vasco ficaram no 2 a 2. Jogo foi marcado pelos gols desperdiçados, inclusive do estreante Deco

  • PorAgência Estado
  • 22/08/2010 21:05
O meia vascaíno Carlos Alberto apareceu bem no ataque, mas perdeu um gol incrível que poderia ter garantido a vitória | Lucas Uebel /Vipcomm
O meia vascaíno Carlos Alberto apareceu bem no ataque, mas perdeu um gol incrível que poderia ter garantido a vitória| Foto: Lucas Uebel /Vipcomm

Os mais de 80 mil torcedores que foram ontem ao Maracanã presenciaram um belo clássico entre Vasco e Fluminense, no qual quem brilhou foram as torcidas. O jogo – que terminou empatado em 2 a 2 – registrou novo recorde de público no Brasileirão, com exatos 80.080 presentes, sendo 66.750 pagantes. O time das Laranjeiras não perde há 12 rodadas, enquanto os vascaínos estão invictos há nove jogos. Com o resultado, o Vasco chega aos 21 pontos e é o nono colocado. Com 33 pontos, o Fluminense segue líder isolado, mas apenas dois pontos à frente do Corinthians.

E quem comemorou a festa da torcida e sua volta aos gramados brasileiros, vestindo a camisa do Fluminense, foi o meia Deco, que entrou somente aos 29 do segundo tempo. "É um momento único. Já vivi muitas coisas na minha vida, mas essa é uma experiência nova para mim", disse o jogador, sobre o Maracanã lotado.

Gols

Logo aos seis minutos o Flumi­­nense abriu o placar. Gum cabeceou forte a cobrança de escanteio de Conca. Fernando Prass defendeu, mas o próprio Gum não desperdiçou o rebote. O Vasco só conseguiu equilibrar as ações a partir dos 25 minutos. Carlos Alberto perdeu um gol feito, aos 27. Depois de um início de muita velocidade de ambas as equipes, o jogo deu lugar a mais erros de passes e mais cadência. Em um dos poucos contra-ataques certos, o Vasco empatou, com Éder Luís. "Recuamos e passamos a alçar bolas, facilitando a vida dos zagueiros do Vasco", diagnosticou Washington, no intervalo.

Na segunda etapa, o Vasco vi­­rou o jogo, logo aos 2 minutos, com o lateral Fágner. O empate do Flu veio aos 15 minutos, após duas falhas bisonhas de Felipe e Zé Ro­­berto. Júlio César não desperdiçou.

A queda de ritmo veio a calhar para o técnico Muricy Ramalho lançar Deco, aquém de sua plenitude física. O luso-brasileiro ainda perdeu, na cara do goleiro vascaíno, o gol da vitória, aos 40, e o empate acabou adequado ao apresentado pelas equipes.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.