i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Personagem

Rivais, não inimigos

  • 19/10/2009 21:04
 | Rodolfo Bührer/Gazeta do Povo
| Foto: Rodolfo Bührer/Gazeta do Povo

Coxa e Atlético evitam levar centenário a campo

O centenário alviverde não deve influenciar no Atletiba de domingo. Nem como pressão para os jogadores do Coritiba – que, se não conquistaram ne­­­nhum título, ao menos ainda não perderam para o rival no ano comemorativo. Nem como motivação para o Atlético – que, depois de vencer o Estadual, poderá empurrar o adversário para mais próximo da zona de rebaixamento no Brasileiro.

Veja a matéria completa

"Virei atleticano por causa de uma rixa de família. Meu pai era coxa-branca, tentou me convencer, mas eu gostava da combinação das cores vermelha e preta. Talvez por acompanhar alguns jogos do Milan pela televisão. Virei atleticano e não me arrependo, por mais que a minha namorada torça para o nosso maior rival. É claro que quando há Atletiba, sempre rola uma tiração de sarro, piadinha... Quero que o Atlético vença a partida para empurrar o Coxa um pouco mais para a Segundona. Gostaríamos de ir mais aos jogos, mas ficamos receosos por causa da violência. Uma pena."

Paulo Roberto Gomes, 30 anos, autônomo.

"Tentei convencer o Paulo a virar coxa-branca. Até pintei a casa de verde claro para ele ir se acostumando (risos), mas não tem jeito. Acho que depois de quatro anos e pouco de namoro, com os nossos amigos se juntando à campanha, não vai dar certo mesmo. Uma pena. Nos damos bem mesmo assim. Cada um curte o seu momento. Eu tirei sarro na final do Paranaense do ano passado, ele se vingou neste ano. E assim segue a vida. O problema será quando chegar o herdeiro. Aí cada um faz a sua campanha, e ele escolhe para que lado quer ir. Bem democrático".

Evelin Mattos, 25 anos, técnica em enfermagem.

* * * * *

Envie depoimentos, fotos e vídeos sobre como curtir a rivalidade do Atletiba sem violência para arquibancada@gazetadopovo.com.br. O material selecionado será publicado no site da Gazeta do Povo (www.gazetadopovo.com.br/esportes).

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.