i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Olimpíadas

Sede dos Jogos de 2016, Rio quer Mundial de Esportes Aquáticos como evento-teste

Competição será realizada um ano antes das Olimpíadas. Caso a cidade seja escolhida pela Fina, projeto olímpico poderá ser redimensionado

  • PorGloboEsporte.com / Globo.com
  • 20/04/2010 14:09

A Confederação Brasileira de Desportos Aquáticos (CBDA) enviou carta para a Federação Internacional de Natação (Fina) confirmando o interesse em disputar o direito de sediar o Mundial de Esportes Aquáticos de 2015, no Rio de Janeiro. A decisão de realizar a competição, que serviria como evento-teste para as Olimpíadas de 2016, veio após consulta do Comitê Olímpico Brasileiro (COB) ao Comitê Olímpico Internacional (COI), e entendimentos com os presidentes da Fina e da CBDA.

"Estou muito feliz por poder concorrer, pois esta é a competição que nos faltava realizar e é mais um legado da incrível conquista dos Jogos Olímpicos de 2016. Agora temos reais chances de trazer mais esta conquista para o país. A decisão final é do bureau da FINA (grupo de 22 dirigentes que ratifica as principais decisões da entidade), mas estamos muito otimistas" disse o presidente da CBDA, Coaracy Nunes Filho.

O presidente do COB e do Comitê Organizador Rio-2016, Carlos Arthur Nuzman, afirmou que dará todo o apoio à realização do campeonato.

"Estamos na expectativa de mais uma grande conquista para o esporte brasileiro. Realizar este evento no Rio, um ano antes dos Jogos, servirá como prévia do grande espetáculo que a cidade e o Brasil oferecerão ao mundo em 2016. A Confederação Brasileira de Desportos Aquáticos está de parabéns por essa iniciativa e terá todo o nosso apoio para o sucesso desse pleito", afirmou.

Segundo Nuzman, o projeto olímpico para os desportos aquáticos será redimensionado caso o Brasil conquiste a sede do Mundial. A tendência é que as duas piscinas passem a ser permanentes, em vez de uma apenas. As arquibancadas permaneceriam temporárias.

Esta é a terceira vez que o Brasil se candidata a organizar o evento mais importante do calendário da Fina. A primeira tentativa foi realizar a edição de 2005, vencida por Montreal. A segunda foi em 2007, cuja sede foi Melbourne.

Após a confirmação da cidade brasileira, a Fina aguarda que outros candidatos façam o mesmo. A escolha da sede será feita durante o 14º Mundial dos Esportes Aquáticos de Xangai, de 16 a 31 de julho de 2011, na China.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.