i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Opinião

Como o tráfico de drogas matou um Ninguém que não teve a sorte de nascer Alguém

  • PorBruna Frascolla, especial para a Gazeta do Povo
  • 04/03/2020 20:20
O cantor e deputado federal Igor Kannário, o “príncipe do gueto”: ativismo carnavalesco antipolícia.
O cantor e deputado federal Igor Kannário, o “príncipe do gueto”: ativismo carnavalesco antipolícia.| Foto: Reprodução/ Instagram

No Carnaval deste ano, Ninguém morreu. Ninguém atendia pelo nome de Deiglesson Santos Santiago. Como os sobrenomes dos brasileiros que não descendem de imigrantes são todos iguais, resta inventar um nome escalafobético para se distinguir da multidão de homônimos anônimos: Deiglesson. Mas são tantos Fulanisson Silva ou Santos que, morrendo um ou dois no Carnaval, ainda assim se diz que Ninguém morreu.

Os amigos de Ninguém bem tentaram fazer a imprensa acreditar que o homicídio tinha algo de anormal. Contaram que Deiglesson tinha três empregos: um formal, com CLT, e dois informais, de entregador de pizza e mototáxi. Morrer por causa de envolvimento com o tráfico é normalidade em nossas periferias. Daí os amigos insistirem que era um trabalhador com três empregos, que ainda sustentava mulher e enteada.

Além disso, para mostrar que Deiglesson estava na festa apenas se divertindo, mostram o vídeo que Deiglesson fizera de si mesmo pulando atrás do trio elétrico. Pouco depois disso, aconteceu o fato atípico, digno de interesse público e que deve atrair a atenção do jornalista: vieram cerca de 40 homens cantando músicas de facção narcotraficante e, sedentos de sangue, espancaram Deiglesson.

Ele passou 4 dias no hospital e morreu.

Morte espantosa, sem dúvida. Mas quem é Deiglesson? Ninguém. Se fosse um político, se fosse um artista, se fosse gente bonita de classe média, Deiglesson seria Alguém e não Ninguém. Quem morreu neste carnaval? Ninguém.

Sabem disso inclusive os traficantes que o atacaram. Afinal, ano passado um trouxa resolveu atacar e socar até a morte um rapaz branco, de boas condições financeiras. O trouxa atacou Alguém, o absurdo da morte de Alguém causou impacto na imprensa, e o culpado foi descoberto. Se o trouxa não fosse trouxa, teria atacado Ninguém.

Nem mesmo o fato espantoso de uma matilha narcotraficante sair à caça assim choca. Afinal, tráfico é um problema de pobre. Pobre, se não virar mascote de militante de esquerda, é tudo Ninguém.

Um parêntese

Seria impreciso dizer que Salvador é especialmente violenta. Antes da Copa do Mundo, o estádio de futebol mais popular da cidade não tinha nem barreira física entre as torcidas. Isso é coisa impensável para São Paulo, por exemplo, mas na Bahia os estádios passaram a separar todas as torcidas nos preparativos da Copa. O folclórico anão do Bahia passava trotes na torcida rival sem que escorresse sangue.

Nas festas, porém, encontramos já desde Jorge Amado a descrição de socos aleatórios em ringues surgidos do nada. É a intrigante violência festiva da Bahia.

O turista não vê essas coisas porque há um acordo tácito entre os machões de ir brigar na atrás de blocos que só são populares entre baianos. A tradição do sopapo carnavalesco é tão arraigada na periferia soteropolitana que deu ao Brasil sua medalha de ouro olímpica no boxe. Afinal, nosso campeão começou a lutar boxe para isso. Antigamente, eles se encontravam na pipoca de Bell Marques. Pipoca é a turba de foliões não pagantes que segue o trio elétrico, amiúde separada dos pagantes por uma corda carregada por cordeiros, que também devem ser bons boxeadores festivos. (Que o leitor sulista tenha paciência, pois juro que essa conversa de pipoca baiana tem conexão com Brasília).

Quem acompanha o noticiário local viu que, nos últimos anos, a coisa tinha mudado de figura. Paradoxalmente, a violência tinha caído: os traficantes não gostavam de levar sopapo aleatório e, por meios que não chegaram à imprensa, dissuadiram os brigões. É possível que, por isso, o brigão insensato tenha mirado num branco para descarregar sua vontade de violência: um branco caminhando num bairro nobre não devia ser traficante.

Este ano, porém, por uma série de razões que inclui mudança da forma de policiamento, a violência carnavalesca em Salvador cresceu.

Onde os Ninguéns estavam

Ninguém, ou melhor, Deiglesson estava no atual point dos brigões, a pipoca de Igor Kannário, que há anos manda os pugilistas não quebrarem os isopores dos ambulantes.

Igor Kannário, vulgo Príncipe do Gueto, é um cantor de pagodão muito popular e deputado federal pelo DEM, base de ACM Neto. Há anos Igor Kannário tem um trio elétrico sem cordas bancado pela prefeitura. Ano passado, Kannário se envolveu em uma “polêmica” com a polícia baiana ao sair fantasiado de policial com uma farda exótica: nela se lia “Comando da Paz”, nome de uma facção narcotraficante da Bahia.

O próprio Kannário tem problemas com a polícia, tendo sido preso pelo menos duas vezes com posse de drogas. Este ano, a prefeitura de Salvador, que não viu nada de mais no fato de ter bancado apologia ao tráfico, repetiu a dose. Neste ano, a “polêmica” de Kannário consistiu em fazer discurso antipolícia em cima do trio e mandar a turba vaiar a polícia.

Então ficamos assim: a prefeitura de Salvador banca um homem com problemas com a polícia para ficar em cima do trio elétrico trajando nome de facção narcotraficante e fazendo discurso antipolícia. Em seguida, um “cidadão” (na verdade, um Ninguém) é atacado por uma turba cantando músicas de facção e morre.

Alguém se importa?

É claro que os bem-pensantes da Bahia já se debruçaram sobre as festas públicas bancadas pela prefeitura. As feministas criaram uma lei natimorta chamada  de Antibaixaria para coibir o fomento músicas que “desvalorizam a mulher”. Mas sair fantasiado de Comando da Paz pode. E o nosso Ministério Público trabalha? Trabalha. Para transformar as crianças em veganas (como bem mostrou a Gazeta do Povo) e para tirar da rua uma escultura da cow parade de vaca fantasiada de baiana de acarajé.

Ao menos temos intelectuais preocupados com o chavismo – embora sejam do tipo que acha que Chávez se fez sem urnas nem coação.

Igor Kannário se elegeu deputado federal. Qualquer um que tenha mais do que dois neurônios sabe que as facções narcotraficantes, do mesmíssimo jeito que as milícias, têm controle territorial e formam um governo paralelo. Se todos os jornalistas sabem que o Rio das Pedras votou em Flávio Bolsonaro, os milicianos também sabem, porque isso é informação pública.

Quantos deputados e vereadores não se elegem de maneira tão suspeita quanto? O coronel branco do Brasil rural tem, nas cidades, um gêmeo: o coronel preto das favelas. Por pura sorte nossa, este Brasil tão vasto tem coronéis demais para se organizarem e tomarem o executivo ou mais da metade de um Parlamento.

Enquanto isso, Ninguém morre e só seus amigos se importam. E fazem duas denúncias à imprensa no anonimato, porque sabem que têm o que temer.

Conteúdo editado por:Paulo Polzonoff Jr.
22 COMENTÁRIOSDeixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 22 ]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.

  • R

    Roni Cezar Bez Batti

    ± 8 dias

    A favor do aborto sim, tem muito parasita nesse mundo ele não aguenta mais não.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • J

      JULIO OLIVEIRA LIMA DE SA

      ± 9 dias

      Profundo...

      Denunciar abuso

      A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

      Qual é o problema nesse comentário?

      Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

      Confira os Termos de Uso

      • E

        Edivaldo S

        ± 9 dias

        Laranjeiras não nascem mangas. Elegeram um sujeito desse e queriam que eles se preocupasse com o povo honesto e com a segurança pública?...entra ano sai ano, são eleitos vários tipos de políticos, cabe ao eleitor seleciona lis...se eleger mal vai pagar o preço....

        Denunciar abuso

        A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

        Qual é o problema nesse comentário?

        Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

        Confira os Termos de Uso

        3 Respostas
        • S

          Somente Verdades

          ± 9 dias

          Agora que entendi que o seu comentário é referente ao deputado, e não ao governo federal.

          Denunciar abuso

          A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

          Qual é o problema nesse comentário?

          Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

          Confira os Termos de Uso

        • S

          Somente Verdades

          ± 9 dias

          Cairão ainda mais em 2020*

          Denunciar abuso

          A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

          Qual é o problema nesse comentário?

          Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

          Confira os Termos de Uso

        • S

          Somente Verdades

          ± 9 dias

          OI ? Os números de homicídios caíram 19% em 2019, e caíram ainda mais em 2020, porque acabou a vida mansa da bandidagem. Sob o governo corruPTista, com aquele papo cabuloso, os homicídios bateram recorde atrás de recorde.

          Denunciar abuso

          A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

          Qual é o problema nesse comentário?

          Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

          Confira os Termos de Uso

      • J

        Juliano

        ± 9 dias

        Ninguéns ligam.

        Denunciar abuso

        A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

        Qual é o problema nesse comentário?

        Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

        Confira os Termos de Uso

        • M

          Marko

          ± 9 dias

          Bom texto. Embroa haja alguma falácia ou outra. Mas sobre essa inpércia do MP em relação aos desmandos de marginais e, sobre o absurdo de um capacho de traficantes ser deputado, são reais. Mas parece que é disso que o baiano gosta, afinal, pq eleger um lixo desses? ah! já sei... É pra ter trio elétrico "de graça" no carnaval... É praticamente uma fábula de muitos lugares do brasil, uma pena. E o mp então, já arraigado na cultura de idolatrar bandido, não tem como não fazer uma correlação com o esquerdismo, que é hegemonia naquele estado, aí dá nisso.

          Denunciar abuso

          A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

          Qual é o problema nesse comentário?

          Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

          Confira os Termos de Uso

          • R

            rodrigo Moreira Galindo Novaes

            ± 9 dias

            texto excelente

            Denunciar abuso

            A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

            Qual é o problema nesse comentário?

            Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

            Confira os Termos de Uso

            • G

              Gustavo

              ± 9 dias

              Texto estranho... Santos é sobrenome de imigrantes portugueses, ele era branco, muitos ser importam começando pela articulista e todos que se pronunciaram nós comentários, e a lista continua das variar contradições no texto, que prejudicam a tentativa de enquadramento numa visão maniqueísta esquerdista de explorados nortistas negros minorias versus exploradores brancos sulistas patrimonialistas patriarcais e outros chavões.

              Denunciar abuso

              A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

              Qual é o problema nesse comentário?

              Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

              Confira os Termos de Uso

              • L

                Luiz Gomes Jardim

                ± 9 dias

                Que Texto! Parabéns.

                Denunciar abuso

                A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                Qual é o problema nesse comentário?

                Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                Confira os Termos de Uso

                • T

                  Tarcisio Lemos Veloso Machado

                  ± 9 dias

                  Excelente texto.... bem contextualizado.

                  Denunciar abuso

                  A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                  Qual é o problema nesse comentário?

                  Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                  Confira os Termos de Uso

                  • S

                    sandra do rego barros

                    ± 9 dias

                    O carnaval de Salvador há 30 anos já era violento. O que choca e ver um parlamentar comandando um bloco carnavalesco financiado pela prefeitura local incitando foliões contra a policia. So podia dar nisso!!!

                    Denunciar abuso

                    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                    Qual é o problema nesse comentário?

                    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                    Confira os Termos de Uso

                    • E

                      Elias Quadros

                      ± 9 dias

                      A sociedade, que ignora os problemas oriundos da enorme desigualdade social, gera violência e culpa suas vítimas.

                      Denunciar abuso

                      A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                      Qual é o problema nesse comentário?

                      Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                      Confira os Termos de Uso

                      1 Respostas
                      • M

                        Marko

                        ± 9 dias

                        Quem gera violência é quem comete o ato violento. A pessoa pode escolher. Pare com esse coitadismo.

                        Denunciar abuso

                        A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                        Qual é o problema nesse comentário?

                        Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                        Confira os Termos de Uso

                    • E

                      eduardo pontes de andrade

                      ± 9 dias

                      Rio das Pedras votou em Flávio Bolsonaro,porque o Rio de Janeiro inteiro votou nele.Estranha tentativa de ligá-lo a milicianos quando o artigo não tinha relação com isso.Infelizmente,até a gazeta tem esse tipo de jornalistas.

                      Denunciar abuso

                      A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                      Qual é o problema nesse comentário?

                      Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                      Confira os Termos de Uso

                      2 Respostas
                      • M

                        Marko

                        ± 9 dias

                        Vdd, Eduardo! Muito se fala sobre esse suposto envolvimento dos bolsonaros com a milícia do RJ né, mas nunca houve comprovação, nem sequer, indício... Por outro lado, aquela moça lá, assassinada, cujo partido possui aquele frouxo, íntimo dos bandidos, nada se fala. É mesmo o poste mijando no cachorro.

                        Denunciar abuso

                        A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                        Qual é o problema nesse comentário?

                        Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                        Confira os Termos de Uso

                      • A

                        Austragésilo

                        ± 9 dias

                        Não entendeu nada. Volte duas casas.

                        Denunciar abuso

                        A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                        Qual é o problema nesse comentário?

                        Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                        Confira os Termos de Uso

                    • M

                      Marcel Caetano

                      ± 9 dias

                      Vergonhoso para a Bahia e para o Brasil. Assistimos do alto do camarote o crime avançando sobre o Estado. Preocupante!

                      Denunciar abuso

                      A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                      Qual é o problema nesse comentário?

                      Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                      Confira os Termos de Uso

                      • M

                        Moreira Filho

                        ± 9 dias

                        Um alternativa seria Ninguém pensar nisso e tentar votar melhor, da próxima vez. Políticos bons não são muitos, mas existem sim.

                        Denunciar abuso

                        A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                        Qual é o problema nesse comentário?

                        Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                        Confira os Termos de Uso

                        • G

                          Guilherme

                          ± 9 dias

                          Estado fraco e corrupto, o Povo vai perdendo a noção do certo ou errado

                          Denunciar abuso

                          A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                          Qual é o problema nesse comentário?

                          Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                          Confira os Termos de Uso

                          • F

                            Franklim Irapuam Maderna Leite

                            ± 9 dias

                            Ninguém liga

                            Denunciar abuso

                            A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                            Qual é o problema nesse comentário?

                            Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                            Confira os Termos de Uso

                            Fim dos comentários.