i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Adulteração

China prende seis por escândalo de leite contaminado

Ministério da Saúde anunciou que mais de 3.600 crianças permaneciam hospitalizadas após consumir produtos com o componente químico melamina

  • PorAgência Estado
  • 23/10/2008 07:24

A China prendeu seis pessoas nesta quinta-feira (23) por envolvimento no escândalo do leite em pó contaminado no país. No mesmo dia, o Ministério da Saúde anunciou que mais de 3.600 crianças permaneciam hospitalizadas após consumir produtos com o componente químico melamina. Os seis suspeitos trabalhavam na Mongólia Interior, região importante na produção de laticínios. Eles estavam envolvidos ou por vender melamina a funcionários do setor de laticínios ou por adicionar o químico, segundo a agência estatal Nova China.

A melamina é usada na indústria de plásticos e também para a produção de fertilizantes. O componente era adicionado ao leite para fraudar testes de níveis protéicos, possibilitando que água fosse acrescentada à mistura, aumentando os lucros. A melamina em pequenas doses não causa problema, mas em maiores quantidades pode causar pedras nos rins e até a morte por falência renal.

O Ministério anunciou ontem em seu site que 3.654 crianças ainda estavam no hospital por causa do problema. Mais de 46 mil crianças já foram tratadas e liberadas de hospitais chineses. O leite em pó contaminado com melamina deixou mais de 54 mil crianças doentes e matou quatro bebês.

As Nações Unidas pediram na quarta-feira (22) que o país tome medidas mais rígidas para controlar a produção de alimentos. Ainda segundo a ONU, a China precisa de uma agência reguladora unificada para o setor. Hoje a tarefa é dividida por seis órgãos estatais, criando confusão e dificultando a tarefa, aponta a ONU.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.