i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
tragédia na espanha

Maquinista espanhol admitiu correr, diz testemunha

Acidente de trem em Santiago de Compostela matou 78 pessoas. O condutor do trem, Francisco José Garzón Amo, está preso por suspeita de homicídio negligente

  • PorAgência Estado
  • 28/07/2013 08:14

Um residente da cidade onde um trem descarrilou na Espanha esta semana matando 78 pessoas afirmou que o maquinista disse, minutos após o acidente, que estava correndo demais e não conseguiu frear. Em uma entrevista à rede de televisão Antena 3, Evaristo Iglesias afirmou que ele e outra pessoa acompanharam o maquinista, Francisco José Garzón Amo, a uma área onde outras pessoas feridas estavam sendo colocadas à espera das equipes de emergência. "Ele nos disse que queria morrer", relatou Iglesias.

Segundo a testemunha, Garzón contou que "estava muito rápido" e "precisou frear, mas não conseguiu". Garzón, que está preso por suspeita de homicídio negligente, deverá depor ao juiz que lidera as investigações do acidente mais tarde neste domingo (28).

Pela manhã autoridades informaram que os especialistas forenses identificaram os três últimos dos 78 corpos das vítimas do descarrilamento. Os nomes não foram revelados, mas as famílias já foram comunicadas. As autoridades também disseram que sobreviventes e familiares podem recolher pertences que foram deixados pelas vítimas. Fonte: Associated Press.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.