Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
Seguidores do ex-presidente egípcio fizeram manifestação em frente à prisão onde ele estava detido até esta quinta-feira (22) | Reuters/Youssef Boudlal
Seguidores do ex-presidente egípcio fizeram manifestação em frente à prisão onde ele estava detido até esta quinta-feira (22)| Foto: Reuters/Youssef Boudlal

O ex-presidente do Egito Hosni Mubarak chegou nesta quinta-feira (22) ao hospital militar de Maadi, onde ficará em prisão domiciliar, após deixar a penitenciária de Tora de helicóptero, informaram fontes dos serviços de segurança do país.

O responsável pelo departamento de prisões do Ministério do Interior, Mustafa Baath, afirmou à agência oficial egípcia Mena que Mubarak ficará internado no hospital militar, que fica na região sul do Cairo.

Dezenas de seguidores de Mubarak e jornalistas estavam do lado de fora da penitenciária de Tora à espera da saída iminente de Mubarak. Um tribunal penal do Cairo ordenou ontem a libertação provisória de Mubarak após ele ter superado o prazo máximo para continuar em prisão preventiva.

Pouco depois, o primeiro-ministro egípcio, Hazem el Beblaui, na condição de vice-governador militar, emitiu ontem à noite um decreto para pôr Mubarak em prisão domiciliar "no marco do estado de emergência" que está em vigor no país em função da última onda de violência.

Mubarak foi preso por supostamente ter recebido presentes avaliados em milhões de libras egípcias de parte do conglomerado de instituições jornalísticas estatais "Al Ahram". O ex-líder também é processado pela morte de manifestantes na revolução de 2011 que o derrubou, pelo desvio de recursos públicos para construir e reabilitar suas mansões particulares, e por enriquecimento ilícito e prejuízo premeditado aos fundos públicos vinculados com a venda de gás a Israel.

Por estas causas, Mubarak está proibido de viajar para fora do Egito, e suas contas estão congeladas, de acordo com fontes judiciais.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]