O Papa Bento XVI disse neste domingo a meio milhão de pessoas que os líderes mundiais devem tomar decisões corajosas para salvar o planeta "antes que seja tarde demais". ( clique e veja imagens )

- Um 'sim' decisivo é necessário em decisões para proteger a criação, assim como um forte comprometimento para reverter tendências que arriscam levar a irreversíveis situações de degradação - disse o Papa, 80 anos, em seu sermão.

Vestindo trajes verdes, o Pontífice falou à multidão composta principalmente de jovens durante o primeiro encontro ecológico de jovens da Igreja Católica, no santuário de Montorso, em Loreto, na Itália, em evento em que a igreja celebra seu dia anual para salvar a criação.

Bento XVI pediu aos jovens para que andem contra a corrente, seguindo o caminho da humildade. O Papa também aconselhou os jovens a não terem medo de preferirem os caminhos alternativos indicados pelo verdadeiro amor, adotando um estilo de vida sóbrio e solidário.

- Novas gerações serão encarregadas do futuro do planeta, que carrega sinais de um tipo de desenvolvimento que nem sempre tem protegido os delicados equilíbrios da natureza - afirmou Bento XVI.Reuters / Após a missa aberta em Montorso, o Papa celebrou orações na Igreja de Nossa Senhora de LoretoMais de 300 mil pessoas dormiram em colchonetes e barracas, rezando durante a noite de sábado para domingo. Organizadores disseram que mais 200 mil fiéis de toda a Itália chegaram para a celebração na manhã de domingo.

Os organizadores do evento incentivaram os milhares de participantes a selecionar o lixo, para que papéis e plásticos possam ser reciclados. O encontro deste domingo serviu como preparação para a Jornada Mundial da Juventude de 2008, em Sydney, na Austrália.

Fazendo seu mais forte apelo ambiental até agora, ele disse ainda que "escolhas corajosas que podem recriar uma forte aliança entre o homem e a Terra devem ser feitas antes que seja tarde demais.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]