Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
  • Ícone FelizÍcone InspiradoÍcone SurpresoÍcone IndiferenteÍcone TristeÍcone Indignado
Segundo o COI, Peng Shuai agradeceu as preocupações com seu bem-estar e alegou que está segura, bem e morando em Pequim
Segundo o COI, Peng Shuai agradeceu as preocupações com seu bem-estar e alegou que está segura, bem e morando em Pequim| Foto: Greg Martin/Divulgação/COI

O presidente do Comitê Olímpico Internacional (COI), Thomas Bach, divulgou neste domingo (21) que fez uma videochamada com a tenista chinesa Peng Shuai, cuja falta de informações sobre seu paradeiro gerou uma campanha de mobilização nas redes sociais nos últimos dias.

Segundo comunicado divulgado pelo COI, participaram também da conversa a presidente da Comissão de Atletas do COI, Emma Terho, e a representante do COI na China, Li Lingwei. De acordo com o informe, na ligação de 30 minutos, Peng Shuai agradeceu as preocupações com seu bem-estar, alegou que está segura, bem e morando em Pequim, mas que gostaria que sua privacidade fosse respeitada neste momento.

“Fiquei aliviada ao ver que Peng Shuai estava bem, era nossa principal preocupação. Ela parecia relaxada. Ofereci a ela nosso apoio e para entrar em contato a qualquer momento que fosse conveniente, ao que ela obviamente agradeceu”, declarou Emma Terho.

Atletas em todo o mundo disseminaram nos últimos dias no Twitter a hashtag #WhereIsPengShuai. Eles alegaram que Peng Shuai, 35 anos, não tinha seu paradeiro conhecido desde que publicou, no início do mês, um texto em que acusou Zhang Gaoli, ex-vice-premiê do país e ex-membro da cúpula do Partido Comunista da China, de agressão sexual.

Depois que a hashtag foi utilizada em várias publicações no Twitter, o grupo de mídia estatal chinês CGTN publicou uma suposta carta de Peng à Associação de Tênis Feminino (WTA), que gerou desconfiança. Na carta, Peng Shuai disse estar bem e negou inclusive as acusações de agressão sexual. Logo depois, Steve Simon, presidente e CEO da WTA, divulgou nota em que questionou a veracidade da publicação da CGTN.

A mídia estatal chinesa também publicou no fim de semana imagens de Peng Shuai, em uma tentativa de mostrar que ela estaria bem, mas a WTA também considerou que os registros não comprovam que Peng está em segurança. Segundo a BBC, especialistas levantaram dúvidas sobre uma possível edição de vídeo e uma postura considerada artificial, sinal de que, caso os registros sejam recentes, Peng estaria sendo forçada a agir como se estivesse bem.

Pequim será sede em fevereiro dos Jogos Olímpicos de Inverno, evento que, a exemplo das Olimpíadas de Verão, é organizado pelo COI. O presidente americano Joe Biden disse na semana passada que estuda um boicote diplomático dos Estados Unidos aos Jogos, devido ao desrespeito aos direitos humanos na China.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros

Máximo de 700 caracteres [0]