i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Ataque à comboio

Turquia ameaça cortar relações diplomáticas com Israel

Embaixador da Turquia nos EUA pediu que Israel permita a realização de uma investigação internacional sobre as operações de seus comandos militares. Navio de bandeira turca levava ajuda humanitária para Gaza

  • PorReuters
  • 04/06/2010 12:14

A Turquia ameaçou cortar formalmente as relações diplomáticas com Israel se o primeiro-ministro Benjamin Netanyahu não se desculpar publicamente pela ação militar em alto-mar contra uma flotilha que levava ajuda humanitária para a Faixa de Gaza e que terminou com a morte de nove ativistas.

O embaixador da Turquia nos Estados Unidos, Namik Tan, também exigiu, durante uma coletiva de imprensa nesta sexta-feira (4), que o governo israelense permita a realização de uma investigação internacional sobre as operações de seus comandos militares contra um navio que bandeira turca que se dirigia a Gaza.

Ele disse que Israel tem de tomar medidas concretas para aliviar o bloqueio militar à Faixa de Gaza. "Israel não pode encontrar um amigo melhor na região do que a Turquia. E Israel está à beira de perder este amigo", afirmou Tan.

Ao ser pressionado pelos repórteres a falar sobre se o primeiro-ministro Recep Tayyip Erdogan considera cortar as relações diplomáticas de Ancara com Israel, o representante turco respondeu: "O governo pode ser forçado a tomar tal ação".

Um graduado funcionário norte-americano confirmou que o ministro de Relações Exteriores da Turquia Ahmet Davutoglu levantou a possibilidade de os turcos cortarem relações com Israel durante sua reunião com a secretária de Estado Hillary Clinton, ocorrida na terça-feira.

O governo de Netanyahu se negou a falar sobre a exigência turca de desculpas públicas. Mas um funcionário israelense destacou hoje que seu governo espera manter relações diplomáticas com Ancara, que Israel vê como uma das mais importantes no âmbito internacional.

"Israel não mudou sua política em relação à Turquia, em oposição ao que parece estar acontecendo na posição da Turquia em relação a nós", disse o funcionário. "Nós consideramos o relacionamento de grande importância e acreditamos que é importante mantê-lo." As informações são da Dow Jones.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.