i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Artigo

O último Natal de George Michael

Ícone incondicional, o cantor e compositor foi o responsável por muito do que se viu na moda e na música nos anos 80 e 90

  • PorFlávio St Jayme
  • 26/12/2016 23:01
 | Karim Sahib/AFP
| Foto: Karim Sahib/AFP

Quão irônica pode ser a Morte para levar o compositor de uma música chamada Last Christmas justamente no dia de Natal?

Foi em 1988 que tive contato com a música de George Michael pela primeira vez. Tinha a fita cassette da trilha sonora da novela Vale Tudo (por conta da música Baby Can I Hold You?, de Tracy Chapman) e uma das faixas de que mais gostava era Father Figure, de George Michael – a primeira da fita. Eu tinha 7 anos.

Claro que não entendi a letra ou a mensagem da música (de nenhuma delas, neste caso), mas ali estavam os primeiros passos no que seria meu gosto musical nos dias de hoje. Mais tarde, já na adolescência e por intermédio de alguém muito especial, voltei a ter contato com George Michael. O disco Older era ouvido, começavam as brincadeiras com as traduções, e meu gosto pop só ia se cimentando.

É impossível falar de George Michael sem falar da história da música pop

Muitos anos depois fui conhecer de verdade quem era George Michael. Seu surgimento com o Wham! no ano de 1983, em músicas como Wake Me Up Before You Go-Go, Careless Whispers e Last Christmas e depois, já nos anos 90 com outras como Freedom, Jesus to a Child, Faith, Don’t Let The Sun Go Down on Me, Outside, Fastlove, Spinning the Wheel e tantas outras.

É impossível falar de George Michael sem falar da história da música pop. Um ícone incondicional, o cantor e compositor foi o responsável por muito do que se viu na moda e na música nos anos 80 e 90. Se hoje em dia já não era mais tão influente, os resquícios de Michael continuam presentes. Não é exagero afirmar que artistas como Bruno Mars, Pharrell Williams, DNCE, Maroon 5, Robin Thicke ou Justin Bieber (pra citar só alguns) têm muito de seu trabalho.

Após sua prisão, o cantor assumiu de vez a homossexualidade sem medo e lançou uma música ironizando o fato. George Michael gritava por liberdade em um tempo em que a revolução LGBT estava apenas começando. Assumiu-se antes de “virar moda” assumir sexualidade para ganhar fama e status. Era um artista completo e polêmico.

Michael se envolveu com a Justiça diversas vezes por uso de drogas e chegou a se internar em uma clínica de reabilitação para tratar a dependência de maconha. Em 2011 foi internado em um hospital para tratar uma pneumonia e, em 2012, lançou a faixa White Light, inspirada pela experiência de quase ter morrido no hospital.

George Michael morreu no dia de Natal, 25 de dezembro de 2016, aos 53 anos, de uma parada cardíaca em sua casa. Este foi nosso “último Natal” ao seu lado e Last Christmas nunca mais terá o mesmo significado.

E nós nunca mais dançaremos novamente do mesmo jeito que dançamos com você.

Flávio St Jayme, jornalista e empresário com formação em Pedagogia e História da Arte, é sócio-proprietário da agência Clockwork Comunicação e coautor do livro infanto-juvenil “As Crônicas de Miramar”.
Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.