Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
  • Ícone FelizÍcone InspiradoÍcone SurpresoÍcone IndiferenteÍcone TristeÍcone Indignado
Pastores que atuam no MEC estariam facilitando acesso a recursos da pasta de educação, dizem jornais
Juiz de prisão de Moraes informou que não deu à defesa acesso imediato à decisão com base numa outra decisão do ministro Alexandre de Moraes| Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

O juiz Renato Borelli, que mandou prender o ex-ministro da Educação Milton Ribeiro, informou que não deu à defesa acesso imediato à decisão com base numa outra decisão do ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal. Moraes tem sido criticado por vários advogados por não liberar todas as peças de investigações sigilosas que toca contra apoiadores do Jair Bolsonaro.

Relação entre poderes. O presidente Jair Bolsonaro e o ministro Alexandre de Moraes tiveram uma conversa reservada e a portas fechadas logo após o jantar promovido pelo presidente da Câmara, Arthur Lira, em homenagem ao ministro Gilmar Mendes. Saiba mais sobre o encontro.

Desemprego na China. Os mais de 10 milhões de recém-graduados chineses enfrentam a pior taxa de desemprego das últimas décadas. O mercado de trabalho foi diretamente afetado pela pandemia de Covid-19. A incerteza em relação ao futuro dos jovens compromete a credibilidade do Partido Comunista da China.

Política, Economia e Utilidade Pública

PIB em 2022. O Banco Central projetou alta de 1,7% do PIB para 2022. Enquanto isso, o Conselho Monetário Nacional definiu a meta de inflação para 2025 em 3%, com tolerância de 1,5 ponto percentual para cima ou para baixo.

Processo do TCU contra Deltan. O TCU cobrava de Deltan Dallagnol o valor de R$ 2,8 milhões relativos a gastos realizados com passagens e diárias de procuradores.

Opinião da Gazeta

O caso da pré-adolescente catarinense de 11 anos que tinha engravidado depois de supostamente sofrer um estupro e, durante audiência que discutia a possível realização de um aborto, aceitara a proposta feita por uma promotora e uma juíza de prolongar a gestação até que o feto tivesse mais chances de sobrevivência, antecipando o parto e entregando o bebê para adoção, é uma prova de fogo para a sociedade brasileira.

É míope a sociedade que olha apenas para o sofrimento da gestante vítima de violência, mas não vê que há outra vida com valor intrínseco a defender. É hipermétrope a sociedade que defende o nascituro, mas não é capaz de enxergar e se compadecer do drama da mulher que está bem diante dos seus olhos

Leia o editorial na íntegra.

O que mais você precisa saber hoje

Benefício. Guedes diz que governo avalia elevar Auxílio Brasil de R$ 400 para R$ 600

Crime. Quarto suspeito de participação na morte de Bruno e Dom é preso em São Paulo

Eleições. Datafolha divulga nova rodada de pesquisa para presidente da República; confira

Colunas e artigos

Luciano Trigo. Beijo gay em “Lightyear” reflete mudança de orientação da Disney

Flavio Gordon. O estigma do bolsonarismo

J.R. Guzzo. A opinião do presidente do PCO ameaça as “instituições democráticas”?

Para inspirar

Arquitetos fazem bazar de roupas e sorteio de obras de arte para reconstruir casas destruídas pelo fogo. A associação sem fins lucrativos Obra Nossa, que reúne arquitetos, designers, lojistas e clientes do Paraná, iniciou novas campanhas para reconstruir sete casas destruídas por um incêndio em Curitiba. Veja como ajudar.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros

Máximo de 700 caracteres [0]