Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
  • Ícone FelizÍcone InspiradoÍcone SurpresoÍcone IndiferenteÍcone TristeÍcone Indignado

O Conselho de Administração da Petrobras nomeou, nesta segunda-feira (27), Caio Mário Paes de Andrade como novo presidente da empresa. Ele deve assumir o cargo assim que assinar o termo de posse, o que ainda não tem data para ocorrer.

Enquanto não assume a posição, a companhia segue presidida interinamente por Fernando Borges. A empresa também agradeceu ao trabalho realizado por José Mauro Ferreira Coelho à frente da companhia e como membro do Conselho de Administração. Coelho ficou pouco mais de dois meses no cargo, antes de renunciar.

Caio Mário Paes de Andrade é formado em Comunicação Social pela Universidade Paulista, possui pós-graduação em Administração e Gestão pela Universidade de Harvard e mestrado em Administração de Empresas. Ele foi secretário especial de Desburocratização, Gestão e Governo Digital, onde coordenou a elaboração da Reforma Administrativa e da Plataforma GOV.BR, núcleo central da Transformação Digital do estado brasileiro.

Uma pesquisa realizada pelo PoderData mostra que a maioria dos brasileiros avalia negativamente o trabalho realizado pelos ministros do Supremo Tribunal Federal (STF). Segundo o levantamento, para 41% da população o trabalho dos ministros é ruim ou péssimo. Outros 33% consideram o trabalho como regular e para apenas 24% dos entrevistados o trabalho do Supremo é bom ou ótimo. 2% dos entrevistados não souberam responder.

Dentre as pessoas que aprovam a gestão do presidente Jair Bolsonaro, a porcentagem que desaprova o trabalho do STF sobe para 66%. Já entre os que desaprovam o governo federal, a taxa de aprovação do STF cresce para 35%.

O levantamento foi realizado entre os dias 19 e 21 de junho de 2022 e ouviu 3 mil pessoas por ligações telefônicas em 302 municípios de todos os estados do país. A margem de erro é de dois pontos percentuais para mais ou para menos. O intervalo de confiança é de 95%. A pesquisa está registrada no TSE sob o número BR-07003/2022.

A bancada do PT no Congresso e o núcleo de campanha do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) ainda avaliam quais serão os possíveis impactos do aumento do Auxílio Brasil e da criação do Auxílio Combustível para os caminhoneiros encampados por Jair Bolsonaro (PL). Apesar das resistências dentro do partido devido ao potencial efeito positivo para a campanha de reeleição do atual presidente, a expectativa é de que ao menos parte das propostas seja apoiada pelos parlamentares petistas.

Na sexta-feira (24), Bolsonaro confirmou o aumento de R$ 400 para R$ 600 até o final deste ano para os beneficiários do Auxílio Brasil. Nos cálculos, os integrantes do núcleo de campanha do presidente acreditam que o aumento de R$ 200 no programa social terá um impacto positivo entre o eleitorado. Além do reajuste no programa, o governo também pretende elevar o Auxílio-Gás, de R$ 50 para o valor equivalente a um botijão de gás, a ser pago bimestralmente aos beneficiários.

Apesar de avaliarem o aumento no Auxílio Brasil como uma "medida eleitoreira" de Bolsonaro, integrantes da bancada do PT sinalizam que devem votar a favor do reajuste. A expectativa é de que a proposta de emenda à Constituição (PEC) para ampliar os benefícios seja votada nesta terça-feira (28), no Senado e na sequência seja analisada pela Câmara dos Deputados.

Em entrevista ao programa 4x4, o presidente Jair Bolsonaro (PL) afirmou que pretende oficializar nos próximos dias o nome do general Braga Netto (PL) como seu candidato a vice nas eleições deste ano.

O ex-ministro da Defesa deixou o governo em março, poucos dias depois de assinar sua filiação ao PL, mesmo partido do presidente da República. O próprio Bolsonaro já afirmava, em abril, que havia 90% de possibilidade de Braga Netto assumir o posto, alegando que o nome do general dava credibilidade e respeitabilidade à chapa.

A base governista tentava fazer com que o presidente optasse pelo nome da deputada federal Tereza Cristina (PP-MS), ex-ministra da Agricultura. Ela era a preferida do Centrão, o bloco de partidos que dá sustentação ao governo no Congresso. Embora não tivesse objeções pessoais em relação a Tereza, Bolsonaro demonstrou incômodo a interlocutores com a pressão política para a escolha da ex-ministra.

Pais que querem que seus filhos sejam mais criativos podem achar uma boa ideia matriculá-los em aulas de artes ou presenteá-los com brinquedos que estimulem a curiosidade científica. São coisas que certamente ajudam, mas o professor de psicologia da educação, James Kaufman, que escreve muito sobre criatividade, dá algumas sugestões adicionais que podem ser mais efetivas – e que não vão prejudicar o seu orçamento. O link para você acessar essa reportagem do Sempre Família está no nosso bloco de Família e Bem-Estar.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros

Máximo de 700 caracteres [0]