|
| Foto:

Bom dia! 

 

O Brasil tem uma estatal para produzir derivados do sangue. Como é regra em empresas públicas, a Hemobrás produz pouco e gasta muito. Em 12 anos já foi consumido R$ 1 bilhão em investimento, a dívida com fornecedores fechou 2016 em R$ 600 milhões e a sua planta industrial, em Pernambuco, ainda não está pronta. 

 

É Lúcio Vaz quem resgata a história e apresenta a situação da empresa, há alguns meses no centro de uma disputa política. O ministro da Saúde, Ricardo Barros, quer uma parceria com a privada Octapharma e o Tecpar (ligado ao governo do Paraná) para concluir a planta pernambucana e construir uma nova em território paranaense. A proposta já motivou pedido de afastamento do ministro e romaria de frentes parlamentares dos dois estados ao Palácio do Planalto. 

Enquanto nada se resolve, a Hemobrás dá prejuízo estimado em R$ 300 milhões/ ano ao Brasil. E contando... 

O atirador de Goiânia 

Extrema violência e frieza foram os termos usados pelo promotor de Justiça Cássio Souza Lima, para a ação do adolescente de 14 anos que matou a tiros dois colegas e feriu outros quatro, sexta-feira, em Goiânia. Uma das garotas baleadas pode ficar paraplégica. O jovem foi internado provisoriamente por 45 dias, a pedido do Ministério Público de Goiás. 

 

Embora em proporções significamente menores, o Brasil experimentou episódio similar ao do massacre de Las Vegas, no início do mês. Foi sob a luz do maior ataque a tiros dos Estados Unidos que o professor de psiquiatria clínica, Ricard A. Friedmann, escreveu por que os psiquiatras são incapazes de deter assassinatos em massa. 

Casa pronta para Jair 

O Partido Ecológico Nacional (futuro Patriota) já tem estatuto novo para receber Jair Bolsonaro. As mudanças moldam o ideário da sigla ao do presidenciável. Os filiados deverão ser contra o aborto e a legalização das drogas; favoráveis à redução da maioridade penal e ao uso de armas de fogo. Também será proibido se coligar com “partidos de extrema esquerda”. 

 

Do ponto de vista econômico, Bolsonaro engrena cada vez mais um discurso liberal. Alfredo Saschida, economista do Instituto Liberal, é um de seus principais conselheiros na área. A aproximação gerou uma discussão sobre a adequação da aproximação de liberais a Bolsonaro. Rodrigo Constantino comenta. 

O caso Riachuelo 

Aura Mazda e Denise Drechsel destrincham a ação sofrida pela Riachuelo no Rio Grande do Norte. Vendido como fraude da empresa, o caso pode ser um cavalo de troia contra a legislação trabalhista que entra vigor no mês que vem

 

O editorial da Gazeta do Povo trata de outro ataque, este bem claro, à nova legislação. O manifesto da Associação Nacional de Magistrados da Justiça do Trabalho (Anamatra), ameaçando descumprir o definido pela reforma, mal disfarça sua face político-ideológica. 

Para parte substancial dos agentes públicos envolvidos com a Justiça do Trabalho, o empregador é um explorador nato, sempre à procura de todos os meios possíveis de arrancar o máximo do empregado, sem preocupação alguma com seu bem-estar ou progresso pessoal e profissional. Uma mentalidade herdada das ideologias de esquerda e que ajuda a compreender o atraso brasileiro quando o tema são as relações trabalhistas. 

Para entender a Oi 

Estava marcada para hoje uma assembleia com os maiores credores da Oi. A reunião foi adiada, estendendo ainda mais o processo de recuperação judicial da telefônica. Jéssica Sant'Ana explica a complexa situação da empresa, que, caso pare repentinamente, pode deixar milhões de brasileiros sem serviços de telefonia e internet. 

Bons exemplos 

Jovens dedicam horas a assistir youtubers famosos, mas na hora de buscar inspiração para a carreira, eles olham para empreendedores. É o que mostra a pesquisa Carreiras em Transformação, com jovens de 20 a 28 anos. Assim, Steve Jobs, Jorge Paulo Lemann e Flávio Augusto são mais inspiração do que Kéfera, Felipe Neto e Whindersson Nunes. A reportagem é de Jéssica Maes. 

Em breve nos cinemas 

Amazon, Apple, Facebook, Google e Microsoft parecem dominar todas as áreas onde é possível ganhar muito dinheiro, exceto uma: Hollywood. Mas, alguém duvida que logo as cinco empresas descobrirão como? 

Liberdade religiosa 

Jack Philips, um confeiteiro dos EUA, está sendo processado por ter evocado sua crença religiosa para recusar a encomenda de um bolo de casamento para dois gays. Agora, Masterpiece Cakeshop recebeu um pedido que certamente pesará no parecer sobre o caso: satanistas pediram a ele um bolo de aniversário para Lúcifer

Born in USA 

Viajar aos Estados Unidos para dar à luz tem se tornado comum entre mulheres brasileiras. O objetivo é dar ao filho cidadania americana. 

O segredo do sucesso 

Apenas quatro países ficaram entre os dez primeiros nas três disciplinas avaliadas pelo Pisa, principal ranking internacional de educação: Canadá, Cingapura, Coreia do Sul e Finlândia. Os canadenses construíram a ótima avaliação muito graças à descentralização do ensino, entregue às províncias. 

O segredo do fracasso 

Frequentemente na parte baixa dos rankings internacionais de educação, o Brasil investe pouco no ensino infantil. O estudo "Um Olhar sobre a Educação", da OCDE, mostra que apenas seis países, entre 45 avaliados, gastam menos no ensino básico do que o nosso. 

O horror 

Maurício Brum resgata seis crimes terríveis cometidos contra crianças durante a ditadura militar no Brasil. Para jamais esquecer. 

Refundação 

O transporte coletivo já foi um dos orgulhos de Curitiba, mas este é um quadro cada vez mais amarelado. A realidade é de frota sucateada, passagem cara e violência. No editorial da Gazeta do Povo, indicamos a necessidade de um pacto entre todos os atores envolvidos para zerar o passado e refundar o sistema de ônibus de Curitiba

Há de abraçar soluções urbanísticas modernas, tendo em mente que diversas realidades vieram para ficar, com todos os seus pontos positivos e negativos. Foi o poder de reinvenção que fez do transporte curitibano referência internacional. É hora de recuperar esse ímpeto. 

Mais clareza 

Falta clareza na lei de zoneamento de Curitiba, esta é a conclusão de entidades do setor produtivo e do mercado imobiliário que integram o G-10. A principal reclamação é que várias regulamentações serão feitas via decretos cujo teor ainda é desconhecido. O Ippuc promete apresentar o conteúdo para consulta antes do envio à Câmara. 

Na cola do G-7 

O Atlético derrotou o Sport por 2 a 1, na Arena, e está a apenas três pontos da faixa para a Libertadores. No topo da classificação, Palmeiras e Santos estão a seis pontos do líder. Pelo menos um dos cenários vai mudar com o jogo de hoje, entre o Botafogo, último do G-7, e Corinthians. 

 

No pé da tabela, o Coritiba tem condições de deixar a zona de rebaixamento na próxima rodada. Confira a classificação

Mr. Cheeseburger 

Júnior Durski criou o Madero a partir da sua paixão por cheeseburger. Agora, ele vislumbra nova onda de expansão da marca com a entrada de Luciano Huck na sociedade. Em entrevista a Reinaldo Bessa, Durski fala sobre o Madero e sua rotina à frente do "melhor hambúrguer do mundo". 

Vai um verdinho? 

Menos da metade dos brasileiros come frutas ou hortaliças diariamente. E olha que somos os maiores produtores de frutas do mundo. 

Para ouvir juntinho 

John Mayer levou 25 mil pessoas ontem, à Pedreira Paulo Leminski, e mostrou por que é um dos guitarristas mais respeitados da atualidade. Bruna Covacci conta como foi o show no fim de tarde/ começo de noite nublado, em Curitiba. Com muitos sucessos pelo menos um hit não tocado que aborreceu o público. 

Simplesmente o melhor 

Outubro é mês de anuário Haus. A versão impressa foi entregue aos assinantes com a Gazeta do Povo semanal e o conteúdo completo está no site de Haus. São 65 profissionais de alguns dos principais escritórios do estado, apresentando as mais variadas e criativas soluções para a sua casa. Confira e viaje pelos projetos.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]