Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
André Mendonça, o indicado do presidente Bolsonaro ao cargo de ministro do STF
André Mendonça, o indicado do presidente Bolsonaro ao cargo de ministro do STF| Foto: Marcos Corrêa/PR

Para começar este resumo de notícias. Líderes evangélicos não estão medindo esforços para que a sabatina do ex-advogado geral da União (AGU) André Mendonça ao Supremo Tribunal Federal (STF) ocorra de uma vez na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado. Eles endereçam sua pressão, agora, ao presidente da CCJ, Davi Alcolumbre (DEM-AP). Diferentes lideranças evangélicas decidiram usar de seu prestígio e poder junto à comunidade religiosa no Amapá para pressionar o presidente da comissão.

Bolsonaro na ONU. Em seu discurso de abertura da 76ª Assembleia Geral da Organização das Nações Unidas (ONU), o presidente Jair Bolsonaro defendeu suas políticas de enfrentamento da Covid-19, de meio ambiente e para indígenas – temas que o país costuma ser alvo de críticas no exterior. Também disse que o Brasil não tem mais casos de corrupção que ocorriam em outros governos, que quase teriam levado o país ao socialismo. Disse ainda que o Brasil não abre mão da democracia, rebatendo outra crítica frequente da imprensa internacional: de que seu governo tem tendência autoritária.

Vacinação de adolescentes. O ministro do Supremo Tribunal Federal Ricardo Lewandowski decidiu que estados, municípios e o Distrito Federal podem decidir sobre a vacinação de adolescentes maiores de 12 anos contra Covid-19. Na semana passada, o Ministério da Saúde suspendeu a imunização de adolescentes de 12 a 17 anos sem comorbidades. O ministro garantiu autonomia aos estados e municípios "sempre sob sua exclusiva responsabilidade".

Política, Economia e Utilidade Pública

Ministro da CGU vira investigado. O presidente da CPI da Covid do Senado, Omar Aziz (PSD-AM), determinou que o ministro Wagner Rosário, da Controladoria-Geral da União (CGU), passe a ser um nome formalmente investigado pela comissão. Em muitos momentos da reunião desta terça, Rosário e os senadores se exaltaram e chegaram a trocar insultos.

Investimento em educação. O Senado aprovou o substitutivo à PEC que permite que os gestores públicos que não investirem os percentuais mínimos em educação previstos em lei nos anos de 2020 e 2021 não sejam responsabilizados. A justificativa da proposta é a pandemia. De acordo com o texto, a compensação do que se deixou de aplicar na educação deve ser feita nos anos de 2022 e 2023.

Atualização. O Brasil registrou mais 485 mortes por Covid-19, segundo dados do Ministério da Saúde. Ao todo, o Brasil já contabiliza 21.247.094 diagnósticos positivos 591.440 óbitos. Quanto à vacinação, foram imunizados 142.205.968 com a primeira dose e 81.263.358 com a segunda.

Colunas e podcast

O Brasil nas Nações Unidas. O colunista Rodrigo Constantino classifica o discurso do presidente Bolsonaro na ONU como "sóbrio e responsável".

Mais um Gazeta Entrevista. Leda Nagle desta vez conversa com Luciano Hang, o dono da Havan, e ele declara: “Não tenho partido nem candidato de estimação”

Um espaço às notícias positivas. O podcast 15 Minutos fala sobre a série da Gazeta "O Brasil que Inspira", que traz as boas histórias de empreendedores na pandemia.

Opinião da Gazeta

A inflação e a pressão sobre os juros. Entre os assuntos com presença recorrente neste espaço, dois deles têm destaque: a inflação brasileira e a taxa de juros. Leia a opinião da Gazeta sobre estes temas.

A inflação em alta pressiona a taxa de juros para cima, e o Banco Central certamente elevará a taxa de juros sempre e quando a inflação subir

O que mais você precisa saber hoje

Argentina. Após crise, ala kirchnerista se fortalece na Casa Rosada

PEC 32. Reforma administrativa amplia benefícios para policiais. Veja o que pode mudar

Eleições 2022. Fusão PSL-DEM: o que está por trás de acordo para criar o maior partido do Congresso

Mudança. Em evento, Temer diz que presidencialismo brasileiro está “esfarrapado”

Para Inspirar

5 dicas para estimular o desenvolvimento intelectual do seu filho. Você sabia que pode estimular a inteligência do seu filho do nascimento até os seis anos de idade oferecendo pra ele um ambiente saudável e afetuoso? Confira na reportagem do Sempre Família.

Tenha um ótimo dia!

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]