Máximo 700 caracteres [0]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Termos de Uso.

  • W

    WILSON ZETI

    ± 6 horas

    Já está na hora de acabar com a justiça do trabalho e consequentemente com o MPT e todos os pinduricalhos a eles ligados.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • F

    Fabio

    ± 21 horas

    Esses juízes do MPT são todos incompetentes

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    1 Respostas
    • R

      Rodrigo

      ± 13 horas

      Não existe juiz no mpt. Juiz é membro do poder judiciário, coisa diferente do ministério público q não é um poder, mas q é como se fosse um poder. Aliás o MP é o não poder com mais poder q qualquer outro poder.

      Denunciar abuso

      A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

      Qual é o problema nesse comentário?

      Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

      Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • B

    BS.

    ± 1 dias

    As coisas são bem mais complexas. Cada vez mais as pessoas estão recorrendo ao trabalho informal, por falta de regras. Se não estivessem massacrando as leis para privilegiar banqueiros e bilionários, a situação estaria mais equilibrada. Não é justo mesmo acionar a empresa, assim como não é justo usar pessoas como mão de obra escrava (o que não é o caso em questão).

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    1 Respostas
    • L

      Lopes

      ± 1 minutos

      Sim, porque o trabalhador que não consegue produzir o mínimo salário, tem que morrer de fome,pois ninguém pode pagar menos do que o mínimo. Este é o argumento mais eugenista que li. Deixa o cara escolher o trabalho que mais lhe convier nas condições mais favoráveis. Essa história de que a lei protege o trabalhador é falaciosa, mas ainda tem gente que acredita.

      Denunciar abuso

      A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

      Qual é o problema nesse comentário?

      Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

      Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • A

    Alex Fox

    ± 1 dias

    Esse caso reflete muito bem um grande problema do Brasil: O não cumprimento dos contratos privados. O motoboy e a empresa firmaram um acordo, com as regras bem claras, entre elas a de que O MOTOBOY NÃO SERIA UM EMPREGADO CLT. Se ambos são maiores e aptos a praticar os atos da vida civil, o combinado deve ser mantido. Se o motoboy entrar na justiça para pedir vínculo ele deve ser processado por não cumprimento do contrato assumido, pois ele sabia que não haveria vínculo antes de começar no serviço.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • E

    EDUARDO SABEDOTTI BREDA

    ± 1 dias

    Embora o Ministério Público do Trabalho pense diferente, não é preciso muito esforço para entender pela inexistência de vínculo empregatício nessa relação de trabalho dos aplicativos. O sujeito trabalha quando quer, onde quer, pra quem quer. E para vários aplicativos ao mesmo tempo. Se a tese do MPT for reconhecida, todos perderão. Menos os membros do MPT, com garantia de emprego.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • L

    LUIZ APARECIDO DE CARVALHO

    ± 1 dias

    Justiça trabalhista , que já não existe na maioria dos países , e aqui no Brasil custa quase o que se investe em saúde e que de uma maneira geral só contribui para o desemprego e as burocracias do trabalhador e do empregador, são palácio distribuídos pelo Brasil com seus privilégios e que só ajuda a manter o país no atraso.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

Fim dos comentários.