Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
  • Ícone FelizÍcone InspiradoÍcone SurpresoÍcone IndiferenteÍcone TristeÍcone Indignado
Proposta de transporte com veículos elétricos foi discutida em reunião no Palácio Iguaçu.
Proposta de transporte com veículos elétricos foi discutida em reunião no Palácio Iguaçu.| Foto: José Fernando Ogura/AEN

O governo do Paraná informou nesta quarta-feira (6) que estuda junto com as prefeituras de Curitiba e Região Metropolitana a implantação de um modelo de transporte público com veículos elétricos, visando modernizar a integração entre os municípios. A informação foi divulgada após uma reunião do governador Carlos Massa Ratinho Junior (PSD) e do prefeito de Curitiba, Rafael Greca (DEM), com representantes da empresa chinesa BYD (Build Your Dreams), fabricante de veículos elétricos.

Receba as principais notícias do Paraná no seu WhatsApp

Segundo material distribuído pela agência de notícias do governo estadual, o modelo com veículos elétricos pretende abranger os municípios que fazem parte do Sistema Integrado de Transporte Metropolitano e têm os maiores fluxos de passageiros. De acordo com a Urbs, em tempos normais, um contingente formado por 1,5 milhão de pessoas se desloca de ônibus diariamente entre a capital e a Grande Curitiba.

Entre as propostas para a capital está a de aproveitar a estrutura da Linha Verde para modernizar a ligação com cidades como Fazenda Rio Grande, Mandirituba, Araucária, São José dos Pinhais, Pinhais, Piraquara, Colombo e Campina Grande do Sul.

“O sistema de transporte de Curitiba ficou reconhecido mundialmente por sua eficiência, mas o modelo já não atende à demanda atual. Queremos construir juntos uma solução para modernizar esse sistema, aproveitando os traçados já existentes para incluir outros modais, como VLT e o monotrilho”, afirmou o governador.

No Brasil, a chinesa BYD iniciou a operação de sistemas de monotrilho e de Veículos Leves sobre Trilhos (VLT) em Salvador, além de contar com projetos em São José dos Campos e em uma das linhas do metrô de São Paulo.

17 COMENTÁRIOSDeixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros

Máximo de 700 caracteres [0]