i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Protesto

Contra critérios de PSS, servidores da educação ocupam Assembleia Legislativa

  • 18/11/2020 17:09
  • Atualizado em 18/11/2020 às 21:07
Servidores da educação invadiram o hall da Alep
Deputado Luiz Cláudio Romanelli conversa com trabalhadores que ocuparam hall da Assembleia.| Foto:
Apuração em andamento
Este conteúdo é sobre um fato que ainda está sendo apurado pela redação. Logo teremos mais informações.

Um grupo de servidores da rede estadual de ensino, ligados à APP-Sindicato, ocupou na tarde desta quarta-feira (18) o hall de entrada do plenário da Assembleia Legislativa do Paraná. Eles protestam contra os critérios para contratação de profissionais pelo Processo Seletivo Simplificado (PSS) e pedem a revogação do edital, que prevê a contratação de pelo menos 4 mil profissionais para lecionar em 2021. Após um acordo com os deputados, eles se deslocaram ao Plenarinho, onde devem passar à noite, caso não tenham uma resposta do governo estadual sobre a reivindicação.

Receba as notícias do Paraná pelo WhatsApp

Em nota à imprensa no início da noite desta quarta-feira (18), o governo estadual informou que "após a invasão da APP-Sindicato" na Assembleia Legislativa "as negociações com a categoria estão encerradas". "O governo do Estado não negocia com sindicato que não respeita as instituições democráticas", diz a nota.

Em outra nota, a Secretaria de Estado da Educação e do Esporte (Seed) também reforçou que "sempre esteve aberta ao diálogo com os representantes dos professores". "O PSS foi pauta presente em várias reuniões entre representantes da Seed e dos professores ao longo do ano de 2020. Somente nos últimos três meses foram nove encontros oficiais e o PSS foi debatido em todos eles", diz trecho.

As sessões plenárias da Alep têm sido realizadas de forma remota, por conta da pandemia do novo coronavírus, e apenas um grupo pequeno de deputados conduz os trabalhos no plenário, de forma presencial. A Alep também está fechada para o público externo, e parte dos funcionários seguem no modelo de teletrabalho.

"É mais uma prova de que eles não respeitam a categoria. O secretário-chefe da Casa Civil, Guto Silva, ficou de dar uma resposta hoje (18) e simplesmente nos ignoraram. Então nós fomos pedir o apoio dos deputados. Os indígenas foram para a Seed ontem (17) e eles atenderam a mesma demanda para os indígenas. Nós queremos uma resposta", disse o secretário de Comunicação da APP, Luiz Fernando Rodrigues, à Gazeta do Povo. Ele informou ainda que o protesto conta com um grupo de cerca de 100 pessoas, metade no Plenarinho da Assembleia. Os demais estão acampados do lado de fora.

Manifestantes no plenarinho da Assembleia Legislativa, por volta das 21 horas desta quarta-feira (18). Foto: Divulgação/APP-Sindicato
Manifestantes no plenarinho da Assembleia Legislativa, por volta das 21 horas desta quarta-feira (18). Foto: Divulgação/APP-Sindicato

Na terça-feira (17), a APP-Sindicato realizou uma passeata em protesto, caminhando até o Centro Cívico. Uma comitiva foi recebida pelo chefe da Casa Civil, Guto Silva, pelo diretor-geral da Secretaria de Estado da Educação, Glaucio Dias, e pelo líder do governo na Assembleia Legislativa, deputado Hussein Bakri (PSD). Mas, até a tarde de quarta-feira (18), a APP alega não ter recebido retorno sobre as reivindicações, daí o novo protesto, com a ocupação da Assembleia.

Na Assembleia, eles foram recebidos pelo primeiro-secretário da Casa, deputado Luiz Claudio Romanelli (PSB), que prometeu aos manifestantes conversar com o líder do governo e com o Executivo. Os servidores dizem que só deixam o prédio com uma definição sobre o edital.

Logo após a ocupação, o líder do governo, Hussein Bakri, criticou a atitude dos servidores. “Eu estava trabalhando no sentido de construir um entendimento, e essa situação não contribui em nada para a negociação. É uma invasão desproporcional e desrespeitosa com o parlamento. Tenho certeza que os deputados da oposição também não compactuam com isso. É um absurdo invadir o local de trabalho de qualquer pessoa”, afirmou ele.

11 COMENTÁRIOSDeixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 11 ]

Máximo 700 caracteres [0]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Termos de Uso.

  • O

    Olímpio Da Conceição Filho

    ± 4 horas

    Que tipo de exemplo esses "professores" dão aos seus alunos e a sociedade? Passam metade do ano fazendo greves, invadem e depredam patrimônio público, querem resolver as coisas sempre na base do grito, da força bruta, não respeitam as instituições......

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • F

    Fritzen

    ± 4 horas

    Eu não entendi... Eles estão protestando porque não concordam com os termos do edital? E alguém está obrigando eles a fazer um teste em que não concordam? É isso?

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • M

    Marcos Ctba

    ± 4 horas

    Esperar o que de um sindicato Esquerdoide . Dialogo só querem se for atender o que pedem, fora isso não tem papo. .......................Melhor começar a pensar em fazer licitação para concessão da educação municipal e estadual. O Governo faz a parte de fiscalizar .

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • W

    W

    ± 5 horas

    manda tudo pra rua!!!! tem gente que precisa e quer trabalhar!

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • Z

    Zyss

    ± 17 horas

    Passaram um ano de férias e recebendo. Isso é um crime contra o pgador de impostos.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • R

    Roberta Santos

    ± 17 horas

    Não justifica a atitude dos professores ( a qual foi errada ) . Mas porque não fazer o PSS com vigência de 4 anos? Custa muito mais realizar prova todo ano, validar currículo, além de não proporcionar continuidade de ensino, comprometimento... Não acho correto.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • J

    Joao batista lopes dos santos

    ± 18 horas

    O povinho complicado rsrsrsrs APP adoro rsrsrsrs

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • S

    SANDRO

    ± 18 horas

    Belo exemplo dos nossos “educadores”!! APP LIXO!!!

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • M

    MAURICIO FABIANO MAZUR

    ± 18 horas

    Tem que avaliar !!! Diplomas hoje milhões tem , as nossas crianças e jovens devem se relacionar com professores de verdade e não ideólogos !

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • A

    Afonso Celso Frega Beraldi

    ± 18 horas

    Se a APP diz que eh ruim, eh por que eh bom. Dar aula nao pode, mas aglomerar pode. Lixos.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • M

    Meg Litton

    ± 18 horas

    Dar aulas não podem, mas fazer aglomeração em "protesto"...

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]