Seu app Gazeta do Povo está desatualizado.

ATUALIZAR

Caro usuário, por favor clique aqui e refaça seu login para aproveitar uma navegação ainda melhor em nosso portal. FECHAR
PUBLICIDADE

governo do Paraná

Confira os nomes do secretariado da governadora Cida Borghetti

Dois secretários herdados da gestão de Beto Richa deixaram o governo. Uma das pastas foi extinta, mas a outra – a Secretaria de Planejamento – continua vaga. Veja a lista completa

  • Euclides Lucas Garcia e Giulia Fontes
  • Atualizado em às
Cida assumiu o Executivo estadual após a saída de Beto Richa, que deve concorrer ao Senado | Orlando Kissner/ANPr
Cida assumiu o Executivo estadual após a saída de Beto Richa, que deve concorrer ao Senado Orlando Kissner/ANPr
 
0 COMENTE! [0]
TOPO

Governadora desde 6 de abril, em substituição a Beto Richa (PSDB), Cida Borghetti (PP) demorou a completar seu time de secretários. Os nomes foram sendo anunciados aos poucos: um mês depois de tomar posse, Cida ainda tinha nove secretarias indefinidas. Agora, de acordo com o governo, quase todas as pastas do primeiro escalão estão com seus ocupantes definitivos.

As únicas exceções são o Escritório de Representação em Brasília, que segue vago; e a Secretaria de Planejamento e Coordenação Geral, que ainda não teve um novo ocupante definido após a saída de Juraci Barbosa Sobrinho. Ele deixou o cargo no final de maio – e, com isso, a pasta está vaga há 15 dias.

Outra mudança aconteceu após o pedido de exoneração de Ezequias Moreira da Secretaria de Cerimonial e Relações Internacionais. Cida extinguiu a pasta – mas, no mesmo decreto, criou a Secretaria Especial de Desenvolvimento Econômico. Quem ocupa a nova pasta é Virgílio Moreira Filho. João Frey dá mais detalhes em seu blog.

Nos bastidores, já era especulado que Ezequias deixaria o governo. Em entrevista à Gazeta do Povo no final de maio, Cida afirmou que aguardava um relatório da divisão anticorrupção para decidir se ele permanecia ou não no cargo. Relembre aqui o que a governadora disse.

Com a saída dele e de Juraci Barbosa Sobrinho, a herança de Beto Richa na gestão de Cida diminuiu. Entre os nomes que permaneceram estão Fernanda Richa, na Secretaria da Família e Desenvolvimento Social; e Fernando Ghignone, na Secretaria de Administração e Previdência.

Veja a lista completa do secretariado:

Nomeações

Outro posto que segue vago é o de diretor do Ceasa (Centrais de Abastecimento do Paraná). A governadora tem enfrentado problemas na nomeação para o cargo. Depois de conflitos com o Sindicato dos Permissionários do Ceasa, o então novo diretor Vilson Goinski foi retirado da função. Por enquanto, o governo ainda não definiu quem assumirá o posto. Entenda o caso aqui.

Um dos últimos nomeados por Cida foi o secretário de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior. Quem assume a pasta foi Décio Sperandio, que já era diretor-geral na secretaria. Já João Barbiero foi empossado na pasta de Esporte e Turismo.

Além de preencher os cargos já existentes, a governadora também criou outras novas estruturas no estado. Durante o feriado de 1º de Maio, Cida anunciou a criação da Secretaria Especial do Trabalho e Relações com a Comunidade, que é comandada pelo dirigente sindical Paulo Rossi.

Em 30 de abril, foi anunciada outra nova pasta: a Secretaria Especial da Administração Penitenciária, com o coronel Élio de Oliveira Manoel como secretário. Com isso, a gestão do sistema penal fica desvinculada da pasta de Segurança Pública.

LEIA MAIS: Para manter cargos da vice, Cida Borghetti transfere todos para a governadoria

Ainda em abril, a governadora nomeou José Luiz Bovo, ex-secretário de Fazenda e Gestão de Maringá, para o cargo de secretário estadual da Fazenda. Na Secretaria de Agricultura e Abastecimento, assumiu George Hiraiwa.

Já na Secretaria de Justiça, quem assumiu foi Elias Gandour Thomé, que já era coordenador-geral da pasta. Antes disso, Alexandre Teixeira, na Secretaria da Comunicação Social; Dilceu Sperafico, na Casa Civil; e Abelardo Lupion, na Secretaria de Infraestrutura e Logística, já haviam sido anunciados. Na Secretaria de Educação, Lúcia Aparecida Cortez Martins fica no lugar de Ana Seres.

*Oficialmente, o cargo está vago. Entretanto, em entrevista à Gazeta do Povo, Cida afirmou que quem está responsável pelo escritório de representação em Brasília é o secretário da Casa Civil, Dilceu Sperafico.

o que você achou?

deixe sua opinião

PUBLICIDADE

mais lidas de Política

PUBLICIDADE