i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Relação entre poderes

Popularidade em alta fortalece Bolsonaro no Congresso, mas não lhe dá “carta branca”

  • Brasília
  • 21/09/2020 16:52
Aprovação do presidente Bolsonaro cresceu nos últimos meses e isso pode facilitar a tramitação de seus projetos no Congresso.
Aprovação do presidente Bolsonaro cresceu nos últimos meses e isso pode facilitar a tramitação de seus projetos no Congresso. Na foto, com Rodrigo Maia e Davi Alcolumbre.| Foto: Marcos Brandão/Senado Federal

Pesquisas recentes sobre a avaliação do governo de Jair Bolsonaro mostram que o momento é favorável ao presidente. Parlamentares afirmam que o aumento da popularidade de Bolsonaro gera com o Congresso uma via de mão dupla. Por um lado, faz com que Bolsonaro se sinta fortalecido para colocar em pauta temas de seu interesse, como a agenda de costumes. Por outro, o Parlamento entende ser responsável por ações que beneficiaram o presidente, como o auxílio emergencial. Por isso, parlamentares afirmam que Bolsonaro não terá "carta branca" no Legislativo.

O deputado federal Júlio Delgado (PSB-MG) recorre ao futebol para explicar sua opinião em relação ao atual momento do governo Bolsonaro. "É como ver um bom futebol de um time que eu não goste. Não é porque não concordo com o governo Bolsonaro que eu vou deixar de reconhecer que ele acertou a casa. Isso é uma constatação. Ele fez populismo com eficiência", afirma o parlamentar, que integra a oposição na Câmara.

Delgado vê no pagamento bem-sucedido do auxílio emergencial a principal explicação da elevação de popularidade de Bolsonaro. Segundo ele, esse fator faz com que a popularidade do presidente seja "frágil". "Isso está baseado nos R$ 600 que nós [Congresso] demos. Quando passar para R$ 300, e se não se confirmar a criação de uma renda mínima, isso [a aprovação popular] tende a cair." O valor original do auxílio emergencial proposto pelo governo no início da pandemia foi de R$ 200 — os R$ 600 foram estabelecidos por deputados e senadores.

É por causa desse contexto que Delgado vê com ceticismo a possibilidade de Bolsonaro ter sucesso em avançar temas de interesse do seu governo no Congresso. "Acho que as coisas são independentes. Ele terá dificuldade para votar as reformas", afirma.

Nesta segunda-feira (21), o governo Bolsonaro inclusive sofreu derrotas no Senado. A Comissão de Relações Exteriores (CRE) aprovou uma nota de repúdio às declarações do secretário de Estado dos EUA, Mike Pompeo, em visita ao Brasil, na sexta-feira (18). E o ministro das Relações Exteriores, Ernesto Araújo, foi convidado a dar explicações aos senadores na próxima quinta (24).

Popularidade ajuda, mas não é decisiva

O deputado Marcel van Hattem (Novo-RS) avalia que "um presidente popular sempre ajuda nas conversas com o Parlamento". Mas, segundo ele, não se trata de uma situação de causa e efeito permanentes: "Mesmo sem popularidade, o ex-presidente Michel Temer conseguiu aprovar a reforma trabalhista no Congresso. E, em ocasiões em que ainda tinha popularidade, Dilma Rousseff sofreu derrotas".

Hattem lembra que Bolsonaro conseguiu incrementar sua base no Congresso. "Mas não é uma base tão programática; é mais baseada na tática do fisiologismo", diz o parlamentar do Novo. "Felizmente, não houve a concessão de ministérios de 'porteira fechada' como se fez em outros governos, o que torna um apoio um pouco menos sólido."

No alvo, armas, homeschooling e mudanças no Código de Trânsito

Defensor do governo, o deputado Luiz Philippe de Orléans e Bragança (PSL-SP) também avalia que há uma relação de mão dupla entre o aumento da popularidade de Bolsonaro e o crescimento do prestígio do presidente dentro do Congresso, em especial entre os parlamentares do chamado Centrão.

Mas, para ele, Bolsonaro conseguirá fazer a leitura adequada do cenário político para progredir com as pautas de seu interesse de modo a evitar derrotas dentro do Congresso. "O presidente é sagaz para saber se o momento é certo para determinados assuntos. Ele não abandonou as suas pautas que o levaram à vitória em 2018. Mas sabe que existe muita resistência para algumas delas. Então faz esses acenos ao Centrão, e aí começa a vislumbrar uma possibilidade maior de passar na íntegra alguns desses projetos", afirma Luiz Philippe.

O avanço na pauta de costumes que a base bolsonarista mais fiel quer ver implantada em curto prazo tem três principais focos: a ampliação ao acesso a armas, a regulamentação para o ensino domiciliar (o "homeschooling") e alterações no Código de Trânsito Brasileiro – a proposta sobre mudanças no trânsito inclusive está na fase final de tramitação no Congresso, podendo ser encerrada em votação nesta segunda (21) na Câmara.

Esses temas foram colocados como prioritários pelo líder do governo na Câmara, Ricardo Barros (PP-PR), em entrevista à Folha de S. Paulo. Ele relatou ao jornal que tem empreendido conversas com as outras lideranças partidárias no Congresso para verificar a possibilidade de avanço das pautas.

Barros assumiu o posto de líder do governo em agosto, em substituição a Vitor Hugo (PSL-GO). A alteração, mais do que uma mudança de nomes, representou uma troca de perfis: Vitor Hugo está em seu primeiro mandato e é vinculado a uma linha mais ideológica, enquanto Barros é veterano de Congresso e um símbolo do Centrão, já tendo apoiado as gestões de Luiz Inácio Lula da Silva, Dilma e Temer.

16 COMENTÁRIOSDeixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 16 ]

Máximo 700 caracteres [0]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Termos de Uso.

  • M

    Marcus Pinheiro Machado

    ± 0 minutos

    parece os tres porquinhos.Vamos ver se palavra de senador vale algo na votação do CPMF. A do Bolsonaro não vale nada

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • P

    Pedro Abilio

    ± 5 dias

    O Brasil precisa mudar . Chega de privilégios . A vontade da maioria tem de ser respeitada . Acho que muitas das reformas de costumes proposto pelo governo Bolsonaro são bem vindas. Os Congressistas deviam se preocupar em mudar à Constituição em alguns aspetos , como o voto monocrático, que induz a Ditadura da Toga .

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • C

    Clodoaldo

    ± 5 dias

    A mesma cantilena... Bolsonaro iniciou com 200, o congresso pediu 500, daí o presidente deu 600, foi isso que aconteceu. Toda vez essa cantilena que o congresso deu 600. Bando de vermes sanguessugas da nação, essa esquerdalha petralha.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • S

    Stanislau Surek

    ± 5 dias

    Coitado do país em quem se vota em quem se vangloriava de não gostar de ler e em um miliciano.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    1 Respostas
    • I

      IvoHM

      ± 5 dias

      A presidanta mulher sapiens não é miliciana: ela é guerrilheira terrorista.

      Denunciar abuso

      A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

      Qual é o problema nesse comentário?

      Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

      Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • A

    Alexandre

    ± 6 dias

    O Congresso esta passando é aperto com o povão! Toma arrocho o tempo todo... E aí o que fazem os "dor de cotovelo" recorrem a "ditadura de toga" que por sinal so se deram mal... Vide a responsabilidade do virus chinês... Os Governadores e Prefeitos que levaram a conta! Populismo? Levar agua e energia para o interior do NE? Vamos abrir os olhos para alem dos grandes centros? A minoria só é barulhenta e pirracenta! Para esses ai ACABOU! Resta o chororo e dificultar as atividades do Governo Federal!

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • N

    NH4NO3

    ± 6 dias

    República de povo bobão! 30-40 anos dando boa vida para estas famílias que não trazem coisa boa para o povo do Brasil.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • C

    Carlos Roberto

    ± 6 dias

    A propósito; não tem "carta branca", ainda. Bozo 2022!!

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • C

    Carlos Roberto

    ± 6 dias

    A popularidade do Presidente também decorre de outros fatores que não somente o auxilio emergencial. O Brasil está mudando. O século 21 chegou ao Nordeste atropelando os petralhas.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    2 Respostas
    • I

      IvoHM

      ± 5 dias

      DJANHO³: Pare de mentir, rapaz. Todos os governadores são petistas ou de partidos satélites. São petralhas, sim! Incorporaram o quê de pior havia no coronelismo, para se manterem no poder. E agora, com o Presidente Bolsonaro levando água, seja construindo poços tubulares ou usinas de dessalinização e concluindo a Transposição, essa prática vai acabar.

      Denunciar abuso

      A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

      Qual é o problema nesse comentário?

      Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

      Confira os Termos de Uso

    • N

      NH4NO3

      ± 6 dias

      Que petralha, tá loca?

      Denunciar abuso

      A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

      Qual é o problema nesse comentário?

      Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

      Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • E

    Emerson Adam

    ± 6 dias

    Não existe carta branca, o que existe é um presidente tentando cumprir a agenda vencedora das últimas eleições e uma minoria progressista que não respeita a democracia, sabotando e conspirando contra as pautas conservadoras.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • J

    JoacirSS

    ± 6 dias

    Popularidade em alta? Será? Bom aguardar uma nova pesquisa já que o valor do auxílio baixou e aumentou o rigor. Infelizmente em nosso país a política da esmola já deixou o PT por 16 anos e pelo jeito o Bolsonaro, mesmo sendo contra ao auxílio emergencial em um primeiro momento, parece que ao ver a popularidade aumentar mudou de ideia e até já tá convencido de que precisa de algo similar ao que planejava o "renda Brasil", Lula fez escola!

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • J

    José Maria de Lima jmariadelima

    ± 6 dias

    O jornal deve ser imparcial o que não está aparecendo aqui na reportagem

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • C

    Cláudio Mancusi

    ± 6 dias

    ainda bem que não tenha carta branca do congresso, principalmente na agenda de costumes, pois e for assim voltamos a idade média no país. Quanto as reformas necessárias precisa mostrar mais serviço do que vem fazendo. Muito populista pro meu gosto.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    1 Respostas
    • N

      NH4NO3

      ± 6 dias

      Conservador, casou 3x.......

      Denunciar abuso

      A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

      Qual é o problema nesse comentário?

      Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

      Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]