• 18/01/2021 14:37
Vacina contra Covid-19

Bolsonaro questiona eficácia da Coronavac após aprovação da Anvisa

  • 18/01/2021 14:37
  • PorEstadão Conteúdo
    Jair Bolsonaro
    O presidente Jair Bolsonaro| Foto: Alan Santos/PR

    O presidente da República, Jair Bolsonaro, voltou a questionar nesta segunda-feira (18) a eficácia de 50,38% da Coronavac, vacina produzida pela farmacêutica Sinovac e o Instituto Butantan. "A vacina é para quem não pegou ainda. Essa vacina tem 50% de eficácia, ou seja, se jogar uma moedinha pra cima, é 50% de eficácia", disse, a apoiadores na saída do Palácio da Alvorada.

    "No que depender de mim a vacina não será obrigatória. É uma vacina emergencial, 50% de eficácia, algo que ninguém sabe ainda se teremos efeitos colaterais ou não", afirmou. A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), contudo, ao aprovar o uso emergencial da vacina no domingo, afirmou que há dados robustos sobre a sua segurança e que o imunizante não apresentou reações adversas graves durante seu desenvolvimento.

    O governo de São Paulo requisitou à Anvisa autorização para o uso emergencial de mais 4 milhões de doses da vacina Coronavac. O novo pedido, no entanto, é para uma cota além dos 6 milhões de doses que estão sendo distribuídas aos estados para início da vacinação nesta segunda (18).

    Tudo sobre:

    Comentários [ 0 ]

    O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.