• 29/10/2020 08:24
No Twitter

Maia critica presidente do BC por vazamento de conversa

  • 29/10/2020 08:24
  • PorGazeta do Povo com Estadão Conteúdo
    Ato da mesa diretora da Câmara, encabeçada por Rodrigo Maia, decidiu acabar com pagamento de auxílio-mudança a deputados que se reelegem.
    O presidente da Câmara, Rodrigo Maia| Foto: Najara Araújo/Câmara dos Deputados

    O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), usou o Twitter nesta quinta-feira (29) para criticar o presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto. "A atitude do presidente do Banco Central de ter vazado para a imprensa uma conversa particular que tivemos ontem não está à altura de um presidente de Banco de um país sério", escreveu Maia.

    Preocupado com a crise política e com a possibilidade das reformas não avançarem no Congresso, o presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto, procurou o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), para tratar do assunto, segundo fontes ouvidas pelo Estadão. Segundo interlocutores, Maia disse a Campos Neto o mesmo que tem respondido em público: que a obstrução parte da base do governo.

    Na última terça (27), Maia criticou a articulação da base. "Eu pauto, a base obstrui, eu cancelo a sessão. Infelizmente, é assim. Eu espero que, quando tivermos que votar a PEC emergencial, a reforma tributária, que o governo tenha mais interesse e a própria base tire a obstrução da pauta da Câmara", disse.

    Tudo sobre:

    Comentários [ 0 ]

    Máximo 700 caracteres [0]

    O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Termos de Uso.